CBA organiza simulação de emergência na barragem de Alumínio (SP)

Evento reúne mais de mil pessoas em zona de salvamento da Barragem do Palmital


Nesta quarta-feira (16/10), 1.187 pessoas participaram do primeiro simulado de emergência da Barragem do Palmital, em Alumínio (SP). A ação, que teve caráter educativo, foi realizada pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), em parceria com a Defesa Civil municipal e estadual, e contou com apoio das polícias Militar e Rodoviária, Corpo de Bombeiros e Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), além da concessionária da rodovia Raposo Tavares.

O treinamento, das 10 às 11 horas, foi realizado para a população presente na zona de autossalvamento (ZAS) — área que seria afetada em caso hipotético de rompimento da barragem — a fim de capacitar os participantes sobre como proceder em situação real de emergência. A participação da população é voluntária, mas importante para que todos saibam como agir.

Para a efetivação dos trabalhos, foram definidos 24 pontos de encontro, devidamente sinalizados e equipados com infraestrutura para receber a comunidade. Nos locais, foi realizada pesquisa para avaliar a qualidade da dinâmica. A estrutura de segurança contou com efetivo ampliado da Polícia Militar da região. O exercício incluiu também, preventivamente, ambulâncias e equipes médicas, para possibilitar rápida atuação nos pontos de encontro.

Crédito: Divulgação

Durante o simulado foram analisados aspectos com relação à identificação das rotas de fuga e condições do percurso. Também foi verificado se o direcionamento dos alto-falantes e potência das sirenes do sistema de notificação de massa foram ouvidos pela população em diferentes locais.

Na avaliação de Leandro Faria, gerente de Sustentabilidade da CBA, o simulado ocorreu como planejado e foi importante para medir a eficácia dos treinamentos e das comunicações realizadas. “Quero agradecer à parceria da Defesa Civil em todo esse processo e especialmente à população que se engajou voluntariamente. Sem eles, não seria possível identificar as oportunidades de melhoria”, destaca.

O simulado faz parte das iniciativas do Plano de atendimento emergencial (PAE) da Barragem do Palmital, conforme prevê a legislação. Novos treinamentos serão realizados anualmente com a população.

Barragem do Palmital
A barragem do Palmital foi construída sob o método de alteamento à jusante, com uso de materiais da mais alta resistência, como rocha, e outros específicos para filtros e drenagens, assegurando sua estabilidade e integridade. Segundo a CBA, a estrutura possui sistema de gestão de segurança robusto que contempla rotinas dos monitoramentos diárias, quinzenais e semestrais, bem como auditorias externas conduzidas por uma empresa independente, especializada em geotecnia. A barragem também recebe fiscalizações periódicas de órgãos públicos responsáveis e possui todos os laudos técnicos exigidos por lei. Além de todos os rigorosos monitoramentos e manutenções preventivas realizadas constantemente, a empresa investe em pesquisa e desenvolvimento para assegurar a solidez e confiabilidade da estrutura.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *