Casa de alvenaria convencional em São Paulo recebe revestimento de ACM na cor smoke silver (divulgação/Nitsche Arquitetos)

ACM é visto como solução ideal para renovar fachada de imóveis

Arquiteta substitui antiga telha de fibrocimento por painéis de alumínio composto

Em São Paulo, um imóvel de alto padrão, de 460 m², foi totalmente reformado pelo escritório Nitsche Arquitetos Associados a pedido dos proprietários. Entregue em agosto deste ano, a casa de alvenaria convencional contava com revestimento antigo de telha de fibrocimento. A solução foi substituir as peças por painéis de alumínio composto (ACM), conferindo durabilidade e modernidade ao projeto.

Lua Nitsche, arquiteta e urbanista e sócia do escritório, relaciona algumas vantagens importantes do ACM para esse tipo de obra residencial: rápida aplicação do revestimento, sem a necessidade de manutenção futura.

“Por ser fabricado com alumínio, o material é leve e não enferruja. Além disso, não é necessário fazer investimentos na pintura, como acontece na alvenaria tradicional”, ressalta.

Na visão de Lua, essa economia com a manutenção já paga o custo do material. O ACM, vale destacar, pode ser utilizado nos sistemas de fachada ventilada, convencional ou unitizada.

A fachada de 121 m² ganhou um tom neutro a pedido dos clientes e se integrou bem com o ambiente externo (Divulgação/Nitsche Arquitetos

No caso dessa reforma, a opção foi pela ventilada – quando o painel de revestimento fica afastado da alvenaria por meio de uma subestrutura de alumínio ou chapa galvanizada. O projeto e a execução da caixilharia foram executados pela empresa Wallbond System.

De acordo com a arquiteta, a área de ACM aplicado na fachada foi de 121 m², na cor smoke silver pro 134, da marca Alucobond. O tempo de execução de instalação foi de 15 dias, considerando alguns períodos de chuva.

“Como o cliente queria uma cor neutra, optamos por uma que se mistura um pouco com a paisagem e não chama muito a atenção”, informa Lua.

Devido à versatilidade do ACM, complementa a arquiteta e urbanista, o revestimento poderia ser facilmente utilizado nas áreas internas dos imóveis, móveis, bancadas e até como revestimento de banheiro, apesar de essas aplicações ainda não serem muito comuns nos projetos.

Quer saber mais sobre o ACM? Leia esta reportagem especial!

Crédito da imagem de abertura: divulgação/Nitsche Arquitetos

Veja também:

PSQ divulga 8º Relatório de Sistemas Homologados

O 8º Relatório de Sistemas Homologados do Programa Setorial da Qualidade (PSQ) de Portas e Janelas de Correr de Alumínio já está disponível para consulta e download. O processo de homologação tem como objetivo avaliar o comportamento dos sistemas de perfis anodizados ou pintados. O objetivo do PSQ, implementado pela Associação Nacional de Fabricantes de

Evento debate qualidade das esquadrias de alumínio

Diversos especialistas e profissionais se reuniram na terça-feira, 29 de outubro, em São Paulo, para debater o escopo do projeto de esquadrias e fachadas em relação aos requisitos de desempenho da norma técnica ABNT NBR 15.575 — Edificações Habitacionais – Desempenho, além dos princípios da avaliação de esquadrias e homologação de sistemas de perfis no

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu