A craftman is welding with workpiece steel.Working person About welder steel Using electric welding machine There are lines of light coming out and safety equipment in factory industry.

Serralheiro está cada vez mais industrializado e informado

Profissional constitui base da indústria de esquadrias de alumínio e tem papel importantíssimo no relacionamento com o consumidor final

O serralheiro, que tem seu dia comemorado em 23 de abril, é especialista em confeccionar, reparar e instalar peças metálicas junto ao consumidor, integrando a indústria de esquadrias de alumínio e fazendo um importante elo com os clientes finais.

Magda Reis, consultora da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), esclarece que boa parte das empresas conhecidas tradicionalmente como serralherias se modernizaram e ampliaram seus processos, transformando-se em indústrias de esquadrias. Dessa forma, tornaram-se responsáveis por duas etapas essenciais: fabricação e montagem e contato direto com os clientes.

A fabricação e montagem de diversas tipologias de esquadrias contempla instruções dos projetos das empresas sistemistas para garantir a qualidade e o desempenho do produto de acordo com as normas técnicas.

Já no contato com os clientes, esses profissionais atuam direto com construtoras de pequeno, médio e grande portes; empreiteiras; e proprietários de imóveis responsáveis pela autoconstrução, entre outros.

“Em ambas as etapas, a qualidade dos produtos e serviços deverá corresponder às necessidades específicas das obras e às expectativas dos clientes e usuários. Sendo assim, o padrão de atendimento será fundamental para o sucesso de toda a cadeia produtiva das esquadrias de alumínio”, reforça a consultora.

Disseminador de soluções
Na visão de Alberto Henrique Cordeiro, presidente da Associação dos Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal), o setor é essencialmente formado por “empreendedores serralheiros”.

“Por mais que tenhamos nos organizado, modernizado e composto uma forte indústria, podemos apontar a serralheria como a principal base de tudo. A matéria-prima alumínio também é, sem dúvida, a melhor de todas para criarmos soluções para espaços entre vãos na construção civil”, comenta o dirigente.

Para a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), esse profissional não só representa um importante elo entre a empresa e os consumidores, como também é a confirmação de uma parceria duradoura. É por meio dele que a empresa entende as necessidades do mercado e pode oferecer soluções diferenciadas.

“Em todas as obras que realizamos com os produtos da marca Primora de esquadrias de alumínio, temos a contribuição de serralheiros parceiros, sempre buscando entender suas necessidades para criar soluções inovadoras na cadeia do alumínio”, informa a CBA.

Para a Hydro Extrusão, a parceria entre serralheiros e arquitetos é de igual modo de extrema relevância, pois os especificadores definem a tipologia — como, por exemplo, uma porta de correr de 2 folhas — e o serralheiro indica a linha mais adequada para essa necessidade.

“A Hydro tem a preocupação de fornecer tudo de que o serralheiro precisa para montar uma esquadria de primeira linha, com alta performance e excelente qualidade. Em obras especiais, trabalhamos em conjunto, buscando o melhor custo-benefício. Além disso, o time técnico da empresa está atento às necessidades do mercado para que o portfólio de construção civil atenda cada vez melhor os clientes”, destaca Paulo Edson Gentile, coordenador de Desenvolvimento de Produtos B&C.

Luiz Ferrarini Júnior, coordenador-comercial da marca Autem, do Grupo Ibrap, explica que, como empresa sistemista, também tem a responsabilidade de munir os fabricantes de todas as informações necessárias para que eles sejam seu interlocutor junto ao consumidor final.

“O serralheiro hoje deixa de exercer um papel apenas de industrializador e passa a ter uma função de extrema confiabilidade junto ao consumidor final. O mercado dissemina critérios e requisitos que o consumidor ainda desconhece e precisa de um fabricante de confiança para orientações e decisão final”, explica.

De olho na normalização
De maneira geral, duas iniciativas podem impactar positivamente os produtos e serviços prestados pelas indústrias de esquadrias e profissionais serralheiros. A primeira é o atendimento às normas técnicas do setor. Conheça as principais:

  • NBR 10.821/ 2017 — Esquadrias para edificações;
  • NBR 15.575/ 2013 — Norma de Desempenho – Edificações Habitacionais;
  • NBR 7199/ 2016 — Vidros na construção civil – Projeto, execução e aplicações;
  • NBR 14.718/ 2019 — Guarda-corpos para edificação.

A segunda é a participação no Programa Setorial da Qualidade de Portas e Janelas de Correr de Alumínio (PSQ), cujos objetivos em relação à qualidade envolvem:

  • Atingir e manter a qualidade dos produtos-alvo, segundo as especificações das normas técnicas, de forma a atender as necessidades dos usuários;
  • Prover de confiança os participantes do programa e compradores do produto, garantindo que a qualidade pretendida está sendo atingida e mantida;
  • Fornecer informações que permitam o efetivo combate à não conformidade sistemática.

Para mais informações, acesse aqui o site do PSQ.

Como se atualizar
O serralheiro que está constantemente antenado tem mais condições de entregar projetos seguros, atualizados e de qualidade para os clientes.

Por isso, é importante que esse profissional acompanhe as reuniões da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para revisões e atualizações dos textos e participe de cursos, treinamentos e palestras.

Crédito da imagem de abertura: Freepik

Veja também:

Hydro Extrusão é uma das empresas apoiadoras da Casa de Metal

A Hydro Extrusão colaborou com a modernização do prédio que abriga a Casa de Metal, inaugurada no último dia 3 de maio, no bairro do Campo Belo, em São Paulo. O espaço cultural foi estruturado pela Quattro Projetos com a chancela da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM). A companhia fez a doação

Vitrine da construção civil, Feicon destaca produtos com alumínio

Após mais de dois anos do início pandemia, a 26ª edição da Feicon — maior evento de construção civil e arquitetura da América Latina —, foi realizada no formato presencial no São Paulo Expo, na capital paulista, e apresentou soluções com alumínio. EsquadriasHá 27 anos no mercado, a Perfil Alumínio, com matriz em Vila Velha

Diretor explica motivos que fizeram a CBA lançar marca própria de esquadrias

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) tem atuado no setor de construção civil por meio de clientes estratégicos, como Schüco, Vicon e Roto & Fermax, entre outros. No entanto, na última terça-feira (8/2), a empresa anunciou ao mercado a linha Primora, sua marca própria de esquadrias de alumínio. “Se olharmos para o mercado de extrudados

Rolar para cima