alcohol-gel-818254_1920 (1)

Mineradora Rio Tinto começa a fabricar álcool gel

Empresa vai investir 60 milhões de dólares em contribuições voluntárias em 2020

Devido à pandemia do novo coronavírus, a segunda maior mineradora do mundo iniciou a produção de 300 litros de álcool gel em um complexo metalúrgico em Quebec, no Canadá, com expectativa de ampliar a fabricação no país e também na Tasmânia. O objetivo é aliviar as cadeias de suprimentos e atender a demanda em vários locais.

“Tomamos medidas extensivas em toda a empresa para ajudar a proteger nosso pessoal e as comunidades. Também as aumentamos à medida em que a pandemia se espalha e de acordo com orientações ou diretrizes de governos e conselhos de organizações internacionais de saúde sobre as melhores práticas”, afirma Jean-Sebastien Jacques, CEO da Rio Tinto.

A empresa vai investir mais 25 milhões de dólares para apoiar a recuperação de comunidades em âmbito global em razão da Covid 19. Com isso, serão 60 milhões de dólares ao todo em contribuições voluntárias em 2020.

O investimento envolve tanto a fabricação de álcool gel, como o fornecimento de máscaras e equipamentos de proteção para apoiar os profissionais de saúde; unidades de médicas e ventilação temporária; e doações para comunidades nacionais e locais, entre outras ações.

Veja também:

Produção global de alumínio primário cresce 4,22% em dezembro de 2020

O International Aluminium Institute (IAI) divulgou o resultado da produção global do metal primário em dezembro de 2020, que somou 5,6 milhões de toneladas, um aumento de 4,22% em comparação ao mesmo período de 2019. Apesar disso, a média diária de produção foi 0,33% menor em relação a novembro do ano passado. De acordo com

Alubar aumenta capacidade produtiva com novo laminador no Pará

Após nove meses, a Alubar finalizou o projeto do 4º laminador da fábrica localizada em Barcarena (PA). Com a instalação do equipamento, a companhia terá um incremento médio de 30 mil t/a na produção de vergalhões de ligas de alumínio e deve reduzir a importação de insumos, com impacto direto nos custos. A operação e

MRN atinge meta de reflorestamento em 2020 no Pará

A Mineração Rio do Norte (MRN), que mantém uma operação com bauxita na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no município paraense de Oriximiná, finalizou o ano de 2020 com mais de 500 ha de área reflorestada. O resultado ficou acima da média anual, que gira em torno de 350 a 400 ha. Ao todo, o trabalho envolveu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima