Relatório-Anual-2019-FOTOGRAFIAS-363-1

Mais uma vez, CBA está entre líderes globais em boas práticas ESG

Empresa consolida-se e recebe pela segunda vez chancela internacional do Programa de Mudanças Climáticas do Carbon Disclosure Project (CDP)

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) foi reconhecida, pelo segundo ano consecutivo, como uma das melhores empresas avaliadas pelo Programa de Mudanças Climáticas do Carbon Disclosure Project (CDP) – instituição sem fins lucrativos.

A empresa está na categoria de liderança da iniciativa, com nota A-, e se consolidou entre as líderes globais em boas práticas ESG (sigla em inglês referente às ações ambientais, sociais e de governança de uma empresa), em especial nas ações com foco no combate às mudanças climáticas.

“Mais uma vez, a classificação da CBA reafirma nosso empenho em garantir a oferta de alumínio de baixo carbono e de soluções sustentáveis em parceria com os nossos stakeholders, desenvolvendo as comunidades e gerando contribuições positivas para o meio ambiente, a cadeia de valor e toda a sociedade. Isso está em linha com a nossa agenda ESG, inerente à estratégia do negócio”, afirma Ricardo Carvalho, CEO da CBA.

O rating do CDP tem oito graduações (D-, D, C-, C, B-, B, A- e A). A avaliação é realizada desde 2002 e a participação das empresas é voluntária. No ranking inaugural, publicado em 2003, participaram 228 empresas. Este ano, foram mais de 13 mil companhias de diversos setores.

Veja também:

CBA investe em tecnologia para ser ainda mais eficiente

Em entrevista ao Liderança Digital, série promovida pelo Valor Econômico, Ricardo Carvalho, presidente da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), falou sobre a importância das novas tecnologias para maior competitividade da indústria do metal.   Segundo o dirigente, a empresa lançou a jornada CBA 4.0 em 2018, que envolve pessoas, processos, tecnologia e cibersegurança, e trabalha

Alumínio contribui com a sustentabilidade de eventos

Na pré-pandemia, a indústria de eventos movimentava R$ 854 bilhões por ano no Brasil e representava 13% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, de acordo com dados divulgados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Ministério do Turismo. Apesar do forte impacto e das incertezas causadas pela crise sanitária, a preocupação

Daniel Marrocos Camposilvan assume diretoria de Energia da CBA

O Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) aprovou a indicação de Daniel Marrocos Camposilvan para o cargo de diretor do Negócio Energia. O profissional assume o posto a partir de 1° de fevereiro de 2022. A empresa tinha comunicado, em outubro de 2021, a decisão de gerir internamente a operação de suas

Rolar para cima