Hydro ok

Hydro reforça compromisso com a sustentabilidade

Aproveitando a Semana do Meio Ambiente, empresa estimula empregados a praticar ações individuais de preservação

Apesar de a preocupação com o uso sustentável dos recursos e a preservação ambiental serem prática corrente nas operações da Hydro, a empresa aproveitou a comemoração da Semana do Meio Ambiente de 2020 para convocar os empregados a fazerem a parte deles na sustentabilidade do planeta.

A empresa é signatária do Pacto Global das Nações Unidas, documento que tem o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos em áreas como o meio ambiente.

“A Hydro está consciente de seu compromisso com o desenvolvimento sustentável de longo prazo. Temos estabelecido um relacionamento cada vez mais próximo com as comunidades locais, autoridades, universidades e centros de pesquisa para atuarmos em linha com os anseios da sociedade. Estamos sempre buscando técnicas e soluções para que as nossas operações sejam ainda mais sustentáveis e responsáveis”, afirma Domingos Campos, diretor de Sustentabilidade da Hydro.

Pesquisa e tecnologia

Desde 2014, a Hydro investiu mais de R$ 1 bilhão em um sistema avançado de tratamento e armazenamento de resíduos da produção de alumina. Em conjunto, a refinaria Alunorte desenvolveu o Depósito de Resíduos Sólidos 2 (DRS2) para receber o resíduo seco. A solução integrada aumentou a segurança e reduziu o tamanho da área necessária para a disposição dos resíduos tratados.

Recentemente, Alunorte também investiu R$ 670 milhões na ampliação da capacidade de gestão de efluentes com a nova Estação de Tratamento de Efluentes Industriais (Etei), que entrou em operação neste ano. A ação visa a preparar a unidade para futuras mudanças climáticas.

Além disso, a Mineração Paragominas tem sido um ambiente para estudos desenvolvidos por pesquisadores do BRC – Biodiversity Research Consortium (Consórcio de Pesquisa em Biodiversidade Brasil–Noruega). O objetivo do projeto é alcançar o nível mais alto em reabilitação ecológica e ambiental de áreas mineradas, fomentando a educação e a pesquisa científica.

Veja também:

Estudo aponta futuro promissor para a indústria do alumínio

Uma avaliação inicial sobre o impacto da pandemia da Covid-19 na demanda global de alumínio feita pela consultoria CM Group, a pedido do International Aluminium Institute (IAI), revela que embora seja inevitável a queda em 2020, ainda há otimismo significativo para os próximos 30 anos: a previsão é que a demanda possa atingir 298 milhões

Alunorte e UFPA vão realizar pesquisa sobre o uso do resíduo de bauxita

A Alunorte, refinaria de alumina da Hydro, e a Universidade Federal do Pará (UFPA) firmaram parceria para um projeto de pesquisa, com duração de 18 meses, para estudar a viabilidade de produção de cimento de baixo carbono a partir da mistura do resíduo de bauxita com outras matérias-primas abundantes no Norte do Brasil. A iniciativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu