image003

Grupo Prysmian investe em tratamento de água e esgoto na fábrica de Poços de Caldas (MG)

Para 2021, a meta é alcançar a autossuficiência no abastecimento de água

O Grupo Prysmian tem obtido resultados positivos na planta industrial de Poços de Caldas (MG) em relação à gestão de água e esgoto. Adquirida pela General Cable em 2018, a unidade é responsável pela produção de cabos de energia de alumínio para linhas de transmissão de alta tensão.

Com atuação da equipe de Health, Safety e Environment (HSE) e Manutenção, a companhia garantiu o tratamento de 100% da água consumida na fábrica e mais de 90% na eficiência do trato de esgoto no ano passado. Até o final de 2021, a meta é alcançar a autossuficiência em relação ao abastecimento de água potável municipal, graças ao segundo poço semiartesiano em instalação.

Tratamento de água

Atualmente, a água utilizada na fábrica provém do abastecimento municipal complementada pela captação no ribeirão das Vargens e do primeiro poço semiartesiano já outorgado na unidade.

Depois de consumida nos processos fabris e nas instalações prediais da planta, a água é 100% tratada e se junta ao resultante do tratamento de efluentes de esgoto, sendo armazenada em lagos e reutilizada no circuito.

“Uma vez finalizada a outorga do segundo poço semiartesiano e a consolidação do circuito fechado, graças à melhor operacionalização das estações de tratamento de água (ETA) e de esgoto (ETE), nossa expectativa é de que, até o final deste ano, sejamos autossuficientes em relação ao abastecimento municipal”, declara Cláudio Casarini, gerente de QHSE – Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente.

 Tratamento de esgoto

Além de estudos envolvendo a própria ETE construída no final da década de 1980 na fábrica, a empresa se debruçou sobre a ideia de envolver dois lagos também existentes desde os anos 1970 – originalmente pensados para armazenamento de água – em um novo projeto em 2019.

O planejamento resultou na estruturação e implementação das etapas de tratamento de esgoto, com passos semelhantes ao que ocorrem nos exemplares municipais. Com isso, a empresa partiu de uma eficiência na remoção da demanda bioquímica de oxigênio (DBO) – indicador do nível de poluição da água – de 61,1% em maio de 2020, para ultrapassar o patamar de 90% a partir de novembro (96,6%) do mesmo ano.

“Hoje, nossa ETE não só atende os requisitos legais ambientais mínimos estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama, por meio da Portaria 357/460), na casa dos 60% de eficiência, como estabeleceu um patamar digno de excelência”, afirma Rafael Quinteiro, analista ambiental da planta Poços do Grupo Prysmian.

Veja também:

Voluntários da Alcoa promovem ação comunitária em Poços de Caldas (MG)

Apesar dos desafios impostos pela pandemia da Covid-19, os voluntários da Alcoa em Poços de Caldas (MG) iniciaram as ações comunitárias (Actions) de forma virtual, seguindo a dinâmica de 2020. A primeira, ocorrida no mês de abril em prol da Associação de Pais e Amigos para Apoio ao Talento (Aspat), beneficiou os alunos do Centro

Pará lidera ranking de exportações minerais no Brasil

O estado do Pará registrou o melhor desempenho nas exportações minerais do país, de janeiro a abril deste ano, com 57 milhões de t de produtos, o equivalente a US$ 8,1 bilhões. A informação foi divulgada no boletim econômico do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral), no dia 15 de maio, que também traz

Projeto Foco&Futuro, da ABAL, destaca inovação e sustentabilidade do setor do alumínio

O ‘Foco&Futuro: experiências que transformam’, iniciativa da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), promoveu na última quinta-feira, 13 de maio, a 2ª masterclass no canal do Youtube da Eureca, consultoria especializada em recrutamento de jovens e parceira no projeto. Na ocasião, representantes do grupo de mentores do hackathon deram dicas de conteúdo para os estudantes e

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima