Pipes and Solar Panels 3d rendering

Grupo Prysmian fornece cabos de alumínio para o maior parque solar da América do Sul

Empresa entregará mais de 1.600 km de cabos feitos com o metal no Brasil

O Grupo Prysmian completará a entrega, em janeiro, de uma encomenda superior a 1.600 km de cabos de energia para a instalação do Parque Solar São Gonçalo, localizado em São Gonçalo do Gurguéia (PI), cidade localizada a cerca de 800 km de Teresina. Criado pela Enel Green Power (EGPB), subsidiária da concessionária italiana Enel, a usina fotovoltaica piauiense é considerada a maior da América do Sul e funcionará já em 2020.

O projeto foi fatiado em três etapas: as duas primeiras são comissionadas (EPC) pela empresa Tozzi. O Grupo Prysmian forneceu cabos de alumínio de média (190 km) e baixa (720 km) tensão na primeira etapa, iniciada em outubro de 2018, para construir 475 MW de capacidade.

“Os 910 km fornecidos correspondem a 75% do valor total de cabos de energia contratado pelo cliente nessa fase. Os 25% restantes foram cabos de energia de cobre para interligação de painéis e de cobre nu para aterramento”, relata Marcondes Silvestre Takeda, gerente Comercial da Divisão de Negócios Industriais do Grupo Prysmian.

A Tozzi iniciou as obras da segunda etapa em setembro, após investimento de R$ 422 milhões do Grupo Enel. Isso aumentará a capacidade do parque em 133 MW, passando dos atuais 475 para 608 MW.

“Vamos entregar, a partir de dezembro até janeiro de 2020, mais de 90 km de cabos de alumínio isolado que serão utilizados nas obras da segunda fase, o equivalente a 100% do cabeamento da rede subterrânea de média tensão dessa etapa”, informa Takeda. “A terceira e última fase está sob a responsabilidade de outra empresa de EPC e as negociações para o fornecimento de cabos estão em curso. Esperamos que ela seja concluída ainda em 2019.”      

A expectativa é de que, quando estiver em plena operação, a usina gere 1.500 GWh por ano, evitando a emissão de 860 mil t de gás carbônico (CO2) anualmente na atmosfera.

Veja também:

Baterias de íons de alumínio: mais eficiência e sustentabilidade

O Instituto Australiano de Bioengenharia e Nanotecnologia, da Universidade de Queensland, na Austrália, e o Grupo GMG (Graphene Manufacturing Group) anunciaram o início da produção dos primeiros protótipos comerciais de baterias de íons de alumínio com eletrodos de grafeno.  A tecnologia tem potencial para transformar o mercado de baterias recarregáveis em alguns anos, colocando-se como

Grupo Prysmian promove webinar sobre cabos de média tensão

O Grupo Prysmian realiza hoje, dia 10 de junho, um webinar dedicado às instalações de média tensão, que abordará os tipos de capa, aplicação submersa, submarina e capacidade. Um segundo encontro já está programado para 1 de julho e debaterá as práticas de manuseio e armazenamento. As instalações de média tensão são aquelas cuja diferença de potencial é

Rolar para cima