P90412636_lowRes_emirates-global-alum

Grupo BMW adquire alumínio produzido com energia solar

É a primeira vez que o metal verde é comercializado no mundo

O Grupo BMW fechou um contrato com a Emirates Global Aluminium (EGA) – uma das maiores fornecedoras de ligas de fundição para a indústria automotiva – para adquirir cerca de 43 mil t de alumínio em 2021, produzido a partir de energia solar gerada no deserto do Oriente Médio. A EGA já é fornecedora da fabricante alemã desde 2013, mas é a primeira vez que comercializa o ‘metal solar’ no mundo.

O novo produto da EGA, chamado de CelestiAL, vai atender quase metade das necessidades anuais da planta da BMW em Landshut, na Alemanha. Essa é a única instalação de produção do grupo para fundição de metais leves na Europa. No ano passado, a unidade fabril produziu cerca de 2,9 milhões de componentes.

“Queremos liderar o caminho da sustentabilidade e implementar nossos objetivos de forma sistemática. Seremos capazes de cumprir mais de 50% de nossas metas de CO2 para a rede de fornecedores, usando apenas energia verde. O uso de eletricidade solar para a produção de alumínio é um grande passo nessa direção”, afirma Andreas Wendt, membro do Conselho de Administração da BMW AG, responsável por Compras e Rede de Fornecedores.

Além dessa ação, parte da estratégia para reduzir as emissões de CO2 em cerca 2,5 milhões de t até 2030, a marca alemã também lançou mão de medidas para proteger as reservas de matérias-primas críticas, com metas de reciclagem e reuso também até 2030 e ainda estabeleceu a pegada de carbono como um novo critério de concessão de contrato para sua cadeia de suprimentos.

Veja também:

Volkswagen inaugura centro de reciclagem de baterias de veículos elétricos

A Volkswagen inaugurou, no final de janeiro, sua primeira instalação para reciclagem de baterias de veículos elétricos em Salzgitter, na Alemanha. Na fase inicial, a planta terá capacidade para reciclar 3.600 sistemas de baterias por ano, o equivalente a, aproximadamente, 1.500 t.   É mais um passo no projeto que o grupo alemão vem desenvolvendo há

Alumobility quer fomentar uso do alumínio na indústria automobilística

Novelis e Constellium acabam de criar a Alumobility, organização sem fins lucrativos focada em oferecer às fabricantes de automóveis soluções inovadoras e prontas para serem implementadas, de modo a aumentar a adoção das chapas de alumínio automotivo.  O objetivo da Alumobility é ajudar a desenvolver veículos mais leves, seguros, sustentáveis e inteligentes. Isso se dará

Para a Anfavea, eletrificação de veículos depende de política nacional

Diferente do que acontece em alguns países do exterior, o Brasil ainda não entrou na chamada rota elétrica da indústria automobilística, quando a matriz que move os automóveis passa a ser elétrica e não à combustão. Segundo Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), para que isso aconteça, é

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima