spray-e1584036676592-omh06qafacgubbpdvik5l1qqkyv1qsgjakkstftxu0 (1)

De olho no mercado de aerossol, Ball Corporation compra a Tubex no Brasil

Com investimento de 80 milhões de dólares, companhia aumenta participação no setor de embalagens de alumínio

A Ball Corporation fechou contrato no valor de 80 milhões de dólares para a aquisição da Tubex Indústria e Comércio de Embalagens, além de um possível earn-out (parcela do pagamento relacionada a lucros futuros).

Com isso, a empresa adquire uma fábrica em São Paulo com oito linhas de latas de alumínio para aerossol voltadas ao setor de cuidados pessoais. A planta emprega cerca de 300 funcionários e atende a clientes locais e globais.

“Esse investimento nos permite expandir o alcance geográfico e atender um mercado em crescimento como um dos principais fornecedores de embalagens de alumínio para aerossol do Brasil”, afirmou John A. Hayes, CEO da Ball.

Veja também:

Linha Native One de café expresso ganha novas cápsulas de alumínio

A Native renovou a linha de café expresso orgânico Native One e oferece agora cápsulas de alumínio 100% recicláveis, com cores que diferenciam o sabor das intensidades disponíveis. Os produtos também receberam embalagens herméticas, as quais, segundo a fabricante, garantem a qualidade e as características do café durante todo o período de validade (shelf life).

Cresce a demanda por embalagens de alumínio em meio à pandemia

O consumidor brasileiro mudou os hábitos diante da pandemia do novo coronavírus. Por permanecer mais tempo dentro de casa, tem optado por produtos com maior prazo de validade, refeições via delivery e a compra de bebidas em lata, segmentos atendidos pelo setor de embalagens de alumínio. Fernando Wongtschowski, gerente sênior de Estratégia e Marketing da

Fabricantes de latas de alumínio doam cestas básicas para catadores

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) vai realizar ao longo de três meses, uma ação humanitária para doar mais de 4.500 cestas básicas a cerca de 5 mil catadores de materiais recicláveis, entre autônomos e cooperados, que tiveram a renda comprometida por causa da pandemia. Esses profissionais representam 63 cooperativas espalhadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu