electricity transmission pylon silhouetted against blue sky at dusk

Crise hídrica: ABAL aguarda detalhes das regras do programa federal de redução voluntária do consumo de energia elétrica

Entidade vai analisar os impactos e a implementação da iniciativa na indústria do alumínio

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou, no dia 23 de agosto, uma portaria com as diretrizes para que o setor industrial apresente ofertas de Redução Voluntária de Demanda de Energia Elétrica (RVD).

O programa temporário, com duração até 30 de abril de 2022, busca atender o Sistema Interligado Nacional (SIN), em meio à crise hídrica que prejudica os reservatórios das usinas hidrelétricas.

Em comunicado à imprensa, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) disse que espera o detalhamento dessas regras pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para analisar os impactos e a implementação no setor.

A entidade informou ainda que acompanha com atenção os desdobramentos de uma possível crise hídrica e as consequências para a oferta de energia no país.

Vale destacar que a energia elétrica é um insumo estratégico na produção de alumínio, com forte impacto na estrutura de custos da cadeia produtiva.

Contribuições
Segundo a associação, apesar do perfil de consumo eletrointensivo, a indústria do alumínio colabora com a estruturação do sistema energético, por meio de investimentos em autogeração e em fontes renováveis, além do uso racional de energia.

Além disso, a entidade reforça que o setor já apresentou, em outras oportunidades, propostas para reduzir os riscos no sistema elétrico.

“A ABAL e suas associadas estão em contato permanente com as autoridades gestoras do setor elétrico para contribuir na adoção de medidas que visem a modernização, de forma a garantir que a indústria e o consumidor doméstico tenham disponibilidade do abastecimento e tarifas competitivas”, disse a associação na nota. 

A ABAL também apontou para a necessidade de avançar na implementação de medidas de estímulo e compensação à redução de consumo voluntário, para garantir equilíbrio e competitividade.

Veja também:

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Novo IPad tem estrutura com alumínio 100% reciclado

Com foco no meio ambiente, os novos iPad e iPad mini têm estrutura com alumínio 100% reciclado e estão disponíveis nas cores prateado e cinza-espacial. Segundo a Apple, fabricante dos equipamentos, todos os modelos da linha contam com o metal. Atualmente, as operações corporativas globais da empresa são neutras em emissões de carbono. No entanto,

Alcoa completa 12 anos de investimentos em Juruti (PA)

Nesta quarta-feira, 15 de setembro, a Alcoa completa 12 anos desde a sua chegada no município de Juruti (PA), onde mantém uma mina de bauxita e movimenta o porto local. Além da preocupação com os negócios, a companhia mantém um olhar para o futuro da cidade, a partir de investimentos em diversas áreas, como a

Rolar para cima