Sem-título-ohxd1pt445jrbz7k1bwmpybm076konjc70kpkegpl4

Congresso do Alumínio: inscrições de trabalhos técnicos terminam em abril

Evento traz oportunidade para troca de informações com os principais players do setor

O prazo para inscrever os trabalhos técnicos no 9º Congresso Internacional do Alumínio acaba no dia 15 de abril. O evento será realizado de 8 a 10 de setembro de 2020, no São Paulo Expo, simultaneamente à Exposição Internacional do Alumínio – Expo Alumínio 2020. Ambos dão a possibilidade de compartilhar conhecimento com profissionais da indústria, representantes da academia e pesquisadores.

Nesta edição, a programação reunirá trabalhos relacionados a 11 temas (abaixo), com destaque para inovações tecnológicas, projetos, processamento, ganhos de eficiência, produtividade e qualidade, redução de custos e manutenção. São eles:

  • Bauxita, alumina e alumínio primário
  • Fundição
  • Conformação
  • União
  • Usinagem
  • Corrosão e tratamento de superfície
  • Reciclagem
  • Desenvolvimento sustentável e economia circular
  • Desenvolvimento de produtos
  • Segurança e gestão operacional
  • Refratários

Para participar, o autor deve enviar o trabalho na íntegra, no formato oral ou pôster, segundo as especificações publicadas no site do congresso. Em caso de aprovação do trabalho original, o participante receberá a data, horário e local para apresentação. A avaliação será feita pelos integrantes da Comissão Julgadora do Congresso. Clique aqui e saiba mais

 

Veja também:

De ponta a ponta: multinacionais enxergam com bons olhos a compra de alumínio certificado

O Brasil é o único País do mundo com todas as refinarias de alumina certificadas pela Aluminium Stewardship Initiative (ASI). Em 2017, a organização global criou um programa independente com critérios e padrões, com foco em aspectos ambientais e sociais voltados para a produção, uso e reciclagem do alumínio. A certificação tem dois padrões:Performance: abrange questões

Hydro aumenta número de plantas de extrusão com certificação ASI

A Hydro teve este ano mais 15 unidades de produção certificadas de acordo com o Padrão de Desempenho da Aluminum Stewardship Initiative (ASI), que reconhece a produção, o fornecimento e a administração responsáveis de alumínio. Com isso, a multinacional agora possui 31 instalações de extrusão e fabricação de alumínio com o selo. As unidades recém-certificadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu