Logo CBA

CBA apresenta plano de continuidade de operações na Zona da Mata

Empresa atua com produção sustentável de bauxita na região desde 1980

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) apresentou, durante audiência pública realizada no dia 7 de outubro, o projeto Produção Sustentável de Bauxita na Zona da Mata Mineira. O texto integra o processo de licenciamento ambiental de dez direitos minerários nos municípios de Miraí, Muriaé, Rosário da Limeira e São Sebastião da Vargem Alegre.

A sessão foi coordenada pela Superintendência de Projetos Prioritários (Suppri) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

Na ocasião, a companhia ratificou seu compromisso com a atuação sustentável na região, com avanço de suas operações e a consequente manutenção de empregos diretos e indiretos, geração de impostos e distribuição de renda. 

“Essa continuidade representa também a manutenção do trabalho voltado para o desenvolvimento ambiental, social e econômico do território, assegurado por nossas políticas e programas que já são desenvolvidos com as comunidades e produtores rurais, em parceria com o Instituto Votorantim e a Universidade Federal de Viçosa”, declara Christian Fonseca de Andrade, gerente das unidades da CBA na Zona da Mata.

A consultoria Brandt Meio Ambiente é a responsável pelos estudos ambientais apresentados na audiência pública, com destaque para a Avaliação Ambiental Integrada, metodologia de análise estratégica do território.

Veja também:

MRN completa 43 anos de mineração sustentável na Amazônia

A Mineração Rio do Norte (MRN), localizada no distrito de Porto de Trombetas, município de Oriximiná, no oeste do Pará, completa 43 anos de atividades no dia 13 de agosto – data do primeiro embarque de bauxita, matéria-prima da cadeia produtiva do alumínio. A companhia foi construída com o propósito de promover uma mineração sustentável

MRN retoma Projeto de Educação Ambiental e Patrimonial no Pará

A Mineração Rio do Norte (MRN) retomou as atividades do Projeto de Educação Ambiental e Patrimonial (PEAP) após suspensão causada pela pandemia da Covid-19. O objetivo é promover a conscientização ambiental e auxiliar na geração de renda de comunidades quilombolas no município de Oriximiná, no oeste do Pará. “O PEAP tem dois eixos de atuação:

CBA lucra R$ 511 milhões no segundo trimestre de 2022

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) teve lucro líquido de R$ 511 milhões no segundo trimestre de 2022, com alta de 29% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a receita líquida consolidada foi de R$ 2,3 bilhões, crescimento de 22% na mesma base de comparação. Segundo a empresa, o EBITDA ajustado (sigla

Rolar para cima