Paragominas, June 2013

Área de bauxita e alumina da Hydro no Brasil recebe certificação internacional

Empresa conquista a certificação ASI para Cadeia de Custódia e Padrão de Desempenho nas operações da Mineração Paragominas e da refinaria Alunorte

24 de junho, às 18h04

As operações de bauxita e alumina da Hydro no Brasil receberam certificação da Aluminum Stewardship Initiative (ASI) pela excelência no padrão de desempenho e relevância no desenvolvimento da cadeia de custódia, importantes para garantir a qualidade da atividade industrial e a contínua integração e verticalização do processo produtivo. A Mineração Paragominas e a Alunorte, empresas do grupo que atuam na área, são contempladas com esses selos por aplicarem práticas industriais responsáveis em benefício de toda a cadeia e estabelecerem um modelo sustentável para produção do alumínio no País.

Para chegar ao certificado, as plantas e o escritório de Belém passaram por avaliação realizada por auditores independentes na última semana de novembro de 2018. A verificação foi acompanhada pela multinacional de auditoria KPMG. O selo conquistado em 2019 tem três anos de validade e sua manutenção está atrelada ao cumprimento dos fluxos de trabalho já estabelecidos nas plantas e escritórios da Hydro no Brasil.

Entenda a certificação
A ASI, importante explicar, é uma organização global, sem fins lucrativos, que define normas para o desempenho de sustentabilidade para a cadeia de valor do alumínio. A entidade promove o desenvolvimento sustentável e transparente no setor por meio da criação de padrões e certificações e tem entre seus membros empresas produtoras, transformadoras e consumidoras do metal, entidades de classe e ONGs.

“A certificação ASI da Mineração Paragominas e da refinaria de alumina Alunorte é um reconhecimento importante aos nossos esforços para produzir matérias-primas de alumínio de acordo com os mais altos padrões industriais de responsabilidade e sustentabilidade, além de entregar produtos certificados aos nossos clientes e ao resto da cadeia de valor do alumínio”, afirma John Thuestad, vice-presidente-executivo da Bauxita e Alumina da Hydro no Brasil. “Essas certificações agregam obrigações à nossa ambição de não apenas maximizar os benefícios do uso do alumínio, mas também minimizar o impacto de nossa produção — e nos preparamos para assumir essa responsabilidade. Estamos um passo mais próximo do nosso objetivo de chegar ao mercado com produtos e soluções certificados pela ASI em toda a cadeia de valor.”

 

 

 

Veja também:

Alcoa Poços de Caldas agenda auditoria para certificação ASI

A Alcoa de Poços de Caldas (MG) está se preparando para receber a certificação no padrão de desempenho da organização global Aluminium Stewardship Initiative (ASI). A auditoria está agendada para março de 2022. As unidades da companhia localizadas em São Luís (MA) e Juruti (PA) já conquistaram o selo. “Acreditamos que esse é um importante

Alubar cria link específico para PCDs em banco de talentos online

A Alubar, fabricante de cabos elétricos e vergalhões de alumínio, passou a disponibilizar um link específico no seu banco de talentos para pessoas com deficiência (PCDs) interessadas em vagas de emprego na planta paraense de Barcarena e no escritório global em São Paulo.  As inscrições devem ser realizadas exclusivamente na plataforma de recrutamento e seleção #SejaAlubar.

Albras conquista selo de ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol

A Albras, produtora de alumínio primário pertencente à multinacional Hydro e à Nippon Amazon Aluminium (NAAC), obteve o selo de ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol, pela 4ª vez consecutiva. A chancela atesta a qualidade no gerenciamento de gases de efeito estufa (GEE) de organizações-membro. O selo ouro demonstra a robustez e transparência do inventário

Rolar para cima