ALUBAR MONTENEGRO

Alubar compra fábrica de cabos elétricos de alumínio no RS

Estratégia é reforçar a produção e conquistar novos mercados

Para atender as demandas do mercado de transmissão e distribuição de energia no Brasil e América Latina, a Alubar adquiriu uma nova planta de produção de cabos elétricos de alumínio. Localizada no município gaúcho de Montenegro, na Região Metropolitana de Porto Alegre, a fábrica, inaugurada em 2015, pertencia à empresa Fujikura.

Com capacidade para produzir mil t de cabos elétricos de alumínio por mês e empregar diretamente cerca de sessenta pessoas, a indústria deve voltar a produzir no início de 2020, a partir dos vergalhões de alumínio produzidos pela Alubar em Barcarena (PA).

Maurício Gouvea, diretor-executivo da Alubar, explica que a estratégia é reforçar o atendimento ao setor de transmissão de energia elétrica até 2021, a principal demanda da empresa hoje.

Segundo o diretor, a partir de 2022, quando a expansão do sistema de transmissão estiver mais avançada no Brasil, existe a possibilidade de o perfil do setor elétrico mudar, com maior demanda por cabos para distribuição de energia.

“A fábrica em Montenegro vem para reforçar a produção para o Brasil até 2021, mas também vislumbramos a possibilidade de alcançarmos mercados no Uruguai, Argentina e Paraguai a partir dessa aquisição”, acrescenta Gouvea.

Com foco na expansão nos últimos dois anos, a Alubar já ampliou a capacidade produtiva da fábrica de Barcarena em 60% e adquiriu uma unidade em Cotia (SP) e uma fábrica de vergalhões no Canadá, além de abrir escritório em São Paulo.

Crédito da foto de abertura: Divulgação

Veja também:

Alubar premia boas práticas de segurança preventiva de empresas contratadas

Em 2019, a Alubar – empresa que atua na fabricação de cabos elétricos de alumínio – envolveu 420 colaboradores de empresas terceirizadas na 8ª edição do Programa Ciclo de Segurança das Contratadas. As melhores práticas foram premiadas neste mês de março. “A continuidade e a evolução de programas como esse contribuem para o amadurecimento da

CBA recebe autorização para a importação de gás natural

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) obteve autorização do Ministério de Minas e Energia (MME) para importar gás natural, limitado ao volume de 350 mil metros cúbicos por dia. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira, 13 de março. A empresa poderá utilizar o volume importado para consumo próprio e

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu