Tecnologia Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento2 (1)

Indústria 4.0: MRN investe em inovação nas áreas de geologia e planejamento

Novas ferramentas melhoram o controle e reduzem riscos operacionais

Alinhada ao modelo de Indústria 4.0, a Mineração Rio do Norte (MRN) — que atua no distrito de Porto Trombetas, em Oriximiná, Oeste do Pará — tem aplicado recursos tecnológicos para geologia e planejamento.

“Por meio dessas ferramentas, são mitigadas eventuais entradas em zonas não mineralizadas, reduzindo a quantidade de equipamentos e a exposição de pessoas na frente de trabalho, controlando e reduzindo riscos operacionais”, explica Marco André Monteiro, gerente do Departamento de Geologia e Planejamento de Longo Prazo da MRN.

Entenda as tecnologias

Sensoriamento remoto e geoprocessamento: investiga e delineia os alvos exploratórios por meio da captura de imagens em alta resolução a partir de satélites e drones.  A ferramenta, usada há dois anos, atua na delimitação mais precisa dos platôs – com definição dos limites para modelamento dos recursos e suporte na elaboração dos planos de lavra.

Tecnologia portátil terrestre: permite aprimorar o modelo geológico, reduzindo as incertezas e resultando em maior previsibilidade e precisão (Fotos: divulgação)

Georradar portátil terrestre: auxilia no mapeamento, controle de lavra e orientação da sondagem. Além disso, permite aprimorar o modelo geológico, reduzindo as incertezas e resultando em maior previsibilidade e precisão na definição dos contatos (estéril e minério). Os resultados proporcionam novas formas de realizar os processos da lavra e recuperação de áreas, com redução de custos operacionais.

Sistema automatizado para coleta e uso de dados geológicos: aumenta a integridade do banco de informações com a padronização, precisão e rapidez na coleta de informações das equipes de geologia e planejamento. Antes, esse trabalho era feito de forma manual, com maior tempo de resposta e menor confiabilidade.

Veja também:

Instituto Votorantim seleciona cidades para apoio no enfrentamento da Covid-19

O Instituto Votorantim lançou o edital “Municípios Contra o Coronavírus”, que selecionará até 20 cidades para receber assessoria técnica e especializada para as prefeituras, equipes da secretaria de saúde e de gestão, visando a apoiar o enfrentamento e gerenciamento da pandemia da Covid-19. A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), braço do Grupo Votorantim, apoia a

Hydro ajuda sete municípios paraenses no combate à pandemia

A Hydro fará a distribuição de 25 mil cestas básicas e materiais de higiene para famílias em maior vulnerabilidade social, que vivem nos municípios próximos das suas atividades no Estado do Pará: Paragominas, Ipixuna do Pará, Tomé-açu, Acará, Moju, Abaetetuba e Barcarena. Além disso, a companhia vai entregar cinco mil kits para testes de detecção

ABAL debate questões jurídicas relacionadas à pandemia

Diante das incertezas causadas pela disseminação do novo coronavírus no País, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) promoveu para seus associados o “ABAL Insights – Covid-19”, que contemplou três webinars. O objetivo foi discutir com advogados do escritório Lobo de Rizzo, que presta assessoria jurídica para a associação, os impactos no direito de ir e

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu