Nespresso (1)

Cápsulas de café da Nespresso serão fabricadas com 80% de alumínio reciclado

Em linha com modelo de negócio circular, mudança ocorrerá de forma gradativa

A Nespresso anunciou que vai produzir todas as cápsulas de café da companhia com 80% de alumínio reciclado, que requer 95% menos energia para produção, tornando-se o material mais adequado para o modelo de negócio circular, além de colaborar com uma redução significativa na pegada de carbono.

A transformação terá início em maio na Europa, e em julho no Brasil. As cápsulas da variedade Master Origin Colombia serão as primeiras a serem adaptadas. Até o final de 2021, a expectativa é que toda a linha doméstica e também Vertuo (comercializada nos Estados Unidos e Europa) atendam ao novo formato. Em adição, a marca já começou a fabricação das caixas das suas máquinas com 95% de material reciclado.

“Essa iniciativa mostra como a economia circular está presente em nossa cadeia de produção. Seguimos em uma jornada constante de melhoria dos processos para oferecer soluções cada vez mais sustentáveis aos consumidores e essa conquista marca um momento significativo para o nosso negócio no mundo”, diz Claudia Leite, gerente de Criação de Valor Compartilhado da Nespresso no Brasil.

Veja também:

Consumo de alumínio tem alta de 25,2% no 1º semestre de 2021

A pesquisa de mercado consolidada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) no primeiro semestre de 2021 revela que o consumo doméstico de produtos transformados cresceu 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume total foi de 805 mil t, sendo 88% de origem nacional e o restante de importações. “O bom desempenho

Novelis debate a reciclagem de alumínio na Virada Sustentável

A Novelis vai promover no dia 20 de setembro, durante a 11ª edição da Virada Sustentável, na cidade de São Paulo, o painel virtual “Transformando a reciclagem em propósito”. O foco será no olhar humano e social para a atividade, além dos benefícios para o meio ambiente. A moderação ficará a cargo de Ricardo Voltolini, CEO e fundador da consultoria

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Rolar para cima