Nespresso (1)

Cápsulas de café da Nespresso serão fabricadas com 80% de alumínio reciclado

Em linha com modelo de negócio circular, mudança ocorrerá de forma gradativa

A Nespresso anunciou que vai produzir todas as cápsulas de café da companhia com 80% de alumínio reciclado, que requer 95% menos energia para produção, tornando-se o material mais adequado para o modelo de negócio circular, além de colaborar com uma redução significativa na pegada de carbono.

A transformação terá início em maio na Europa, e em julho no Brasil. As cápsulas da variedade Master Origin Colombia serão as primeiras a serem adaptadas. Até o final de 2021, a expectativa é que toda a linha doméstica e também Vertuo (comercializada nos Estados Unidos e Europa) atendam ao novo formato. Em adição, a marca já começou a fabricação das caixas das suas máquinas com 95% de material reciclado.

“Essa iniciativa mostra como a economia circular está presente em nossa cadeia de produção. Seguimos em uma jornada constante de melhoria dos processos para oferecer soluções cada vez mais sustentáveis aos consumidores e essa conquista marca um momento significativo para o nosso negócio no mundo”, diz Claudia Leite, gerente de Criação de Valor Compartilhado da Nespresso no Brasil.

Veja também:

Ball investe no e-commerce de bebidas em lata com campanha exclusiva

Com foco nos novos hábitos de consumo gerados pelo isolamento social, a Ball, fabricante de latas de alumínio, acaba de lançar o canal vadelatastore.com.br, junto com a campanha “Um brinde é o melhor presente”. Por meio da ação, os consumidores poderão enviar packs de latinhas, acompanhados por um cartão exclusivo do artista Pedro Henrique, autor

“Setor de embalagens é o que menos sofre, mas houve redução do consumo”

A crise sanitária causada pelo novo coronavírus impactou vários segmentos consumidores de alumínio. No entanto, o de embalagens tem sido mais resiliente, como explicou Milton Rego, presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) durante live promovida pelo Instituto de Embalagens, no dia 11 de junho. Segundo Rego, como esse mercado está ligado aos insumos essenciais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu