Minalba - Divulgação

Minalba inicia venda de água mineral em lata

Bebida com e sem gás está disponível na embalagem de 310 ml

A água da Minalba já pode ser encontrada em nova embalagem: a latinha de alumínio. A escolha pelo material, 100% e infinitamente reciclável, vai ao encontro da estratégia da empresa de ampliar a sustentabilidade do portfólio de produtos.

Além do aspecto ambiental, Antonio Vidal, diretor-superintendente da Minalba Brasil, destaca que a água em lata gela mais rápido, proporciona outras ocasiões de consumo e é ideal para eventos e atividades ao ar livre.

“Esse lançamento está diretamente ligado ao olhar atento da marca para novos comportamentos do consumidor. Há uma busca crescente por uma vida mais sustentável e a Minalba tem esse propósito”, explica Abelardo Rocha, presidente do Grupo Edson Queiroz, proprietário da marca.

A empresa ressalta que a água mineral natural Minalba em lata é o mesmo produto já conhecido pelos consumidores, proveniente de uma fonte única em Campos do Jordão (SP).

O produto será distribuído no formato 310 ml, nas versões com e sem gás, sendo comercializado inicialmente em pontos estratégicos no Rio de Janeiro para, em seguida, estar disponível também em outros estados brasileiros.

LEIA TAMBÉM:
Da água ao vinho: os novos usos da latinha

Ambev lança este ano a primeira água mineral em lata do Brasil
Ambev amplia a meta para acabar com a poluição plástica até 2025

 

 

Veja também:

Indústria fabrica fita de alumínio para cloroquina em apenas um dia

Para atender a demanda do governo federal em relação ao aumento da produção de cloroquina no Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército (LQFEX), a indústria de embalagens do Grupo Prati-Donaduzzi, Centralpack, desenvolveu, em apenas um dia, a fita de alumínio que será utilizada nas embalagens do medicamento. “Como é um medicamento que, provavelmente, o Ministério

Brasil mantém a liderança mundial na reciclagem de latas de alumínio

O Brasil permanece como campeão mundial em reciclagem de latas de alumínio para bebidas. Segundo a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), em 2018, a indústria do alumínio coletou e reaproveitou 96,9% dessas embalagens, o equivalente a cerca de 26 bilhões de unidades. Em números exatos,

De olho no mercado de aerossol, Ball Corporation compra a Tubex no Brasil

A Ball Corporation fechou contrato no valor de 80 milhões de dólares para a aquisição da Tubex Indústria e Comércio de Embalagens, além de um possível earn-out (parcela do pagamento relacionada a lucros futuros). Com isso, a empresa adquire uma fábrica em São Paulo com oito linhas de latas de alumínio para aerossol voltadas ao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu