Sobre-ambev-770x320

Ambev amplia a meta para acabar com a poluição plástica até 2025

Cervejaria pretende utilizar apenas embalagens retornáveis ou 100% recicladas

Com diversas marcas de cerveja e um portfólio extenso de refrigerantes, a Ambev aumentou a meta para eliminar o plástico dos produtos. Atualmente, 18% de todo o líquido produzido pela companhia é envasado nesse tipo de embalagem.

Jean Jereissati, presidente da Ambev, explica que, em 2018, a empresa anunciou o objetivo de ter 100% dos produtos em embalagens retornáveis ou majoritariamente feitas de conteúdo reciclado até 2025.

“Agora queremos ir além para ajudar a resolver o problema da poluição plástica, que preocupa o mundo todo”, diz o executivo.

Os projetos incluem investimentos em pesquisa e desenvolvimento, iniciativas de logística reversa, substituição de matérias-primas, diminuição da gramatura, eliminação do plástico em algumas embalagens, parcerias com startups, fomento à reciclagem, conscientização da população, entre outras ações.

AMA na lata
No ano passado, a Ambev anunciou o lançamento da primeira água em lata do Brasil. Feita de alumínio, a embalagem de AMA é mais sustentável.

Problema mundial
Na Ásia, diversos países têm adotado medidas para reduzir o consumo de plásticos descartáveis. A China, por exemplo, que concentra a maior população do mundo com 1,4 bilhão de pessoas, pretende extinguir sacolas de plásticos não biodegradáveis até 2022.

O governo estabeleceu ainda um prazo de cinco anos para os mercados que vendem alimentos frescos cumprirem a meta. Outros estabelecimentos, como restaurantes, terão que eliminar as embalagens e talheres descartáveis de forma gradual. Já os canudos de plástico deverão ser banidos até o final deste ano.

 

Veja também:

Linha Native One de café expresso ganha novas cápsulas de alumínio

A Native renovou a linha de café expresso orgânico Native One e oferece agora cápsulas de alumínio 100% recicláveis, com cores que diferenciam o sabor das intensidades disponíveis. Os produtos também receberam embalagens herméticas, as quais, segundo a fabricante, garantem a qualidade e as características do café durante todo o período de validade (shelf life).

Cresce a demanda por embalagens de alumínio em meio à pandemia

O consumidor brasileiro mudou os hábitos diante da pandemia do novo coronavírus. Por permanecer mais tempo dentro de casa, tem optado por produtos com maior prazo de validade, refeições via delivery e a compra de bebidas em lata, segmentos atendidos pelo setor de embalagens de alumínio. Fernando Wongtschowski, gerente sênior de Estratégia e Marketing da

Fabricantes de latas de alumínio doam cestas básicas para catadores

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) vai realizar ao longo de três meses, uma ação humanitária para doar mais de 4.500 cestas básicas a cerca de 5 mil catadores de materiais recicláveis, entre autônomos e cooperados, que tiveram a renda comprometida por causa da pandemia. Esses profissionais representam 63 cooperativas espalhadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu