Sobre-ambev-770x320

Ambev amplia a meta para acabar com a poluição plástica até 2025

Cervejaria pretende utilizar apenas embalagens retornáveis ou 100% recicladas

Com diversas marcas de cerveja e um portfólio extenso de refrigerantes, a Ambev aumentou a meta para eliminar o plástico dos produtos. Atualmente, 18% de todo o líquido produzido pela companhia é envasado nesse tipo de embalagem.

Jean Jereissati, presidente da Ambev, explica que, em 2018, a empresa anunciou o objetivo de ter 100% dos produtos em embalagens retornáveis ou majoritariamente feitas de conteúdo reciclado até 2025.

“Agora queremos ir além para ajudar a resolver o problema da poluição plástica, que preocupa o mundo todo”, diz o executivo.

Os projetos incluem investimentos em pesquisa e desenvolvimento, iniciativas de logística reversa, substituição de matérias-primas, diminuição da gramatura, eliminação do plástico em algumas embalagens, parcerias com startups, fomento à reciclagem, conscientização da população, entre outras ações.

AMA na lata
No ano passado, a Ambev anunciou o lançamento da primeira água em lata do Brasil. Feita de alumínio, a embalagem de AMA é mais sustentável.

Problema mundial
Na Ásia, diversos países têm adotado medidas para reduzir o consumo de plásticos descartáveis. A China, por exemplo, que concentra a maior população do mundo com 1,4 bilhão de pessoas, pretende extinguir sacolas de plásticos não biodegradáveis até 2022.

O governo estabeleceu ainda um prazo de cinco anos para os mercados que vendem alimentos frescos cumprirem a meta. Outros estabelecimentos, como restaurantes, terão que eliminar as embalagens e talheres descartáveis de forma gradual. Já os canudos de plástico deverão ser banidos até o final deste ano.

 

Veja também:

Ambev doará lucro das vendas de água no carnaval em SP e no RJ

A Ambev anunciou que, durante o carnaval em São Paulo e Rio de Janeiro, o lucro das vendas da água mineral AMA será 100% destinado para financiar projetos de auxílio a pessoas carentes, como a construção de cisternas para armazenar água ou a instalação de sistemas de abastecimento em comunidades. Segundo a empresa, desde o

Campinas proíbe copos e garrafas de vidro nos blocos de carnaval

Para garantir a segurança e a integridade física dos foliões durante o carnaval, a prefeitura de Campinas (SP) traz uma série de orientações para a realização do evento, por meio do Decreto nº 20.727, publicado no dia 11 de fevereiro. Segundo a legislação, fica proibida a entrada de copos ou garrafas de vidro, com bebidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu