Classe C

Ligas modernas melhoram eficiência dos modelos da Mercedes-Benz

Metais leves e duráveis estão presentes em diferentes partes dos veículos

A equipe de pesquisa e desenvolvimento da montadora alemã Mercedes-Benz já utiliza ligas de alumínio em seus produtos. O objetivo é melhorar a eficiência de combustível e, consequentemente, diminuir o desgaste do automóvel.

Os metais mais leves e duráveis estão presentes tanto nos chassis, carroceria, freios e aerofólio, como nos acabamentos internos — no caso dos automóveis que possuem acabamento de fibra de carbono. A informação é de Dirlei Dias, gerente-sênior de Vendas e Marketing Automóveis da Mercedes-Benz.

Segundo o profissional, um dos exemplos é a carroceria do modelo Classe C, o mais leve da categoria e referência em termos de estrutura.

Dirlei Dias, gerente-sênior de Vendas e Marketing Automóveis da Mercedes-Benz.

“A Mercedes-Benz está sempre investindo em novas tecnologias com o intuito de deixar os veículos ainda mais eficientes e seguros para o consumidor final”, ressalta.

 

 

 

LEIA TAMBÉM:
Indústria do alumínio desenvolve novas soluções para o setor automotivo

Novelis mantém parcerias estratégicas no setor automotivo

 

 

 

Veja também:

Alumínio a bordo: as vantagens do uso do metal em embarcações

O início do ano foi marcado pelo lançamento do maior iate à vela de alumínio em construção do mundo, o Sea Eagle II. A embarcação foi encomendada ao estaleiro holandês Royal Huisman por Samuel Yen-Liang Yi, empresário bilionário de Taiwan. Ao solicitar o projeto, o cliente fez um único pedido: “Construa o meu sonho”. O

Setor do alumínio será essencial para o transporte no pós-pandemia

Até o início da pandemia, 8,3 milhões de passageiros eram transportados nas linhas disponíveis do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na Grande São Paulo. Já os ônibus levavam cerca de 8,8 milhões de pessoas todos os dias. Aglomerações, como se sabe, são perfeitas para a proliferação de vírus respiratórios. E nesse

A importância de projetos cooperativos para a cultura da inovação

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) realizou um webinar na última terça-feira, 30 de junho, para mostrar como a união entre empresas pode fortalecer a inovação no pós-Covid-19. Desde a fundação, em 2013, a organização social já superou a marca de 100 projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação cooperativos, modalidade na qual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu