P90315046_highRes_bmw-i3-07-2018

Licenciamento de veículos elétricos e híbridos triplica em 2019, segundo Anfavea

Veículos utilizam mais alumínio em relação aos convencionais, devido à leveza e ao aumento do tempo de autonomia proporcionado pelo metal

O balanço divulgado nesta semana pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apontou um crescimento significativo no número de veículos elétricos e híbridos licenciados em 2019: saltou de 3.970, em 2018, para 11.858 unidades no ano passado: crescimento de 198%.

De acordo com o levantamento, o aumento teve início no mês junho, quando a quantidade desses veículos dobrou (716) em relação ao mês anterior (357) e continuou em uma crescente, alcançando 2.409 carros em dezembro.

Os veículos elétricos e híbridos utilizam até 27% mais alumínio do que os convencionais. Leia na reportagem

O alumínio também vem ganhando espaço na produção dos novos veículos da Toyota, hoje a única fabricante de carros híbridos no Brasil. Leia na reportagem

Demais veículos
Os dados da Anfavea mostram que 2019 fechou com 262,6 mil unidades licenciadas apenas em dezembro, melhor resultado mensal desde os 370 mil de dezembro de 2014. O Brasil terminou o ano com 2,57 milhões de autoveículos licenciados, o que deve levar o País a saltar da 8ª para a 6ª posição no ranking global, superando França e Reino Unido. Em relação a 2020, as perspectivas da Anfavea é de aumento de 9,4% no licenciamento de autoveículos.

“Todos os indicadores da economia brasileira apontam para um ano de recuperação mais robusta: alta de 2,5% no PIB em 2020, inflação controlada, emprego em leve recuperação, juros mais baixos e maior confiança do consumidor”, explica Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea.

Veja também:

BMW lança nova ‘roda aerodinâmica’ com base de alumínio

As rodas podem influenciar a eficiência geral de um veículo em até 30%. Com o objetivo de garantir melhora na aerodinâmica em 5%, a BMW traz uma nova roda para o veículo elétrico BMW iX3, cujo lançamento no mercado está previsto ainda para este ano. A nova combinação traz uma roda com base de alumínio

Roda Fuchs marca época por ser forjada em alumínio

No início dos anos 1960, começava a ser desenvolvida a primeira roda de carro feita com alumínio forjado do mundo. O objetivo era atender à demanda da Porsche para o estilo esportivo do modelo 911S.  Para produzir peças mais leves e com alta resistência, a empresa alemã Otto Fuchs criou uma solução inovadora a partir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu