aluminium_top_hat_ecb (1)

Top hat de veículo feito com alumínio reduz peso em 42%, diz estudo da Alumobility

Vantagem não compromete a performance e ainda permite redução de peças e soldas, diminuindo custos e tempo de montagem

Um novo estudo da Alumobility apresentado neste mês de outubro evidenciou que a substituição do aço por alumínio no top hat, a parte superior da carroceria body-in-white (BIW) de veículos, pode reduzir significantemente o peso da estrutura.

Além de quase 42% mais leve, a estrutura de alumínio cumpriu todos os critérios de performance da fabricante, os quais foram todos atingidos ou até superados. O top hat é composto pelas estruturas acima da plataforma – teto e painéis laterais, frontal e traseiro, além das colunas de sustentação (A, B, C e D).

Detalhes
O estudo utilizou como base um Audi e-tron, SUV elétrico que utiliza aço avançado de alta resistência (AHSS) de ultra alta resistência (UHSS) no top hat, que pesa 193,8 kg. O body-in-white completo, incluindo painéis de fechamento, chega a 481 kg.

A substituição por alumínio fez o peso do top hat cair 41,6%, atingindo 113,2 kg; já o body-in-white completo involuiu para 399 kg, uma redução de 21%.

“O top hat de alumínio pode atingir e mesmo superar o aço nos critérios de performance, oferecendo uma oportunidade para redução de peso. Isso se traduz em economia de combustível e redução de emissões — em um veículo com motor de combustão interna — ou em maior performance e autonomia para os modelos elétricos, além da possibilidade de redução do tamanho das baterias”, explica Mark White, diretor-executivo da Alumobility.

O estudo da Alumobility aponta ainda que a substituição do aço pelo alumínio reduziu o número de componentes (de 137 para 132) e o de soldas necessárias para a montagem do top hat (de 3.217 para 2.556). Na prática, trabalha-se com maior eficiência e redução de montagem e custos.

A Alumobility, organização sem fins lucrativos criada no início de 2021 pela Novelis e Constellium, fomenta a utilização das chapas de alumínio na indústria automobilística.

Veja também:

CBA abre Centro de Soluções e Serviços no Rio Grande do Sul

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) inaugurou seu Centro de Soluções e Serviços (CSS) em Caxias do Sul (RS), cidade que abriga importante polo industrial e de inovação da região. Com área de 900 m2, o espaço demandou investimento de R$ 3,2 milhões e será dedicado ao desenvolvimento de soluções de valor agregado, customizadas para as

Rolar para cima