Factory - oil and gas industry

Hydro pretende utilizar gás natural na Alunorte a partir de 2022

Memorando de entendimento nesse sentido é assinado com a Golar Power

A Hydro anunciou que vai substituir grande parte do consumo de óleo combustível na refinaria Alunorte, em Barcarena (PA), por gás natural liquefeito (GNL). Para isso, assinou memorando de entendimento com a Golar Power para viabilizar o fornecimento por meio de um terminal de regaseificação, a partir de 2022.

“Estamos comprometidos em impulsionar a sustentabilidade e as melhores práticas do setor. Esse projeto ajudará a tornar nossa operação mais sustentável e permitirá acesso ao gás natural para outras indústrias e consumidores do Estado do Pará”, comenta John Thuestad, vice-presidente-executivo da área de Negócios de Bauxita e Alumina da Hydro.

Segundo a companhia, o projeto está alinhado à estratégia climática da empresa e ao compromisso de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 30% até 2030.

Veja também:

Grupo Alubar abre empresa para centralizar administração

Fabricante de cabos elétricos e vergalhões de alumínio, o Grupo Alubar acaba de criar a Alubar Global Management. Com escritório localizado em São Paulo, a companhia buscará fortalecer a administração das unidades e escritórios no Brasil, Canadá e Estados Unidos, além de prospectar novas oportunidades de mercado. Dirigida por Maurício Gouvêa (na imagem, o terceiro

Quando o alumínio é a melhor opção para cabos de energia elétrica?

O setor elétrico registrou a maior alta (26,9%) dentre os mercados que mais consumiram alumínio em 2019, de acordo com o Anuário Estatístico 2019, divulgado pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL). O resultado positivo está relacionado à fabricação de cabos de energia elétrica. Para entender o uso crescente desse material com o metal, mostramos a

Câmara aprova regime de urgência para a ‘Nova Lei do Gás’

A Câmara dos Deputados aprovou, na última quarta-feira, 29 de julho, o regime de urgência para o Projeto de Lei 6407/13, que trata do novo marco legal para o mercado de gás natural no Brasil. Com essa medida, o legislativo poderá colocar a proposta em votação após duas semanas. “O gás natural pode ser a

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu