DJI_0162-2 (1)

CBA busca avançar em questões primordiais para a sociedade

Estratégia envolve diálogo aberto e geração de retorno positivo para stakeholders

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) lançou recentemente um manifesto para a sustentabilidade visando engajar cada vez mais pessoas no tema. Para a empresa, evoluir em questões fundamentais para a sociedade e em práticas relacionadas ao ESG, sigla em inglês para designar as ações voltadas ao meio ambiente, áreas sociais e de governança, envolve diálogo aberto por parte do setor empresarial e geração de retorno positivo para stakeholders.

Para alcançar suas metas, a CBA tem trabalhado em conjunto com fornecedores que têm atuação responsável e sustentável e nota que os clientes elevam, cada vez mais, seus targets de sustentabilidade, alinhados aos debates sobre os desafios atuais e futuros.

“A sociedade está, felizmente, mais mobilizada nesse sentido e defendemos que essa deveria ser uma preocupação de todas as empresas, para que juntos possamos promover a transformação de vidas”, ressalta Leandro Faria, gerente de Sustentabilidade da CBA.

Em 2009, a CBA se filiou ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) e tem participado ativamente dessa agenda, alinhada à estratégia de sustentabilidade.

“Fomos uma das primeiras empresas a aderir ao movimento #NãoVolte para a retomada econômica sustentável pós-Covid e participamos de grupos temáticos dos ODS, Direitos Humanos, Anticorrupção e Mudanças Climáticas e Energia. Esses fóruns são importantes para trocar experiências e nos inspirar em tendências e boas práticas ao redor do mundo”, explica o executivo.

Diversidade
A CBA também participa do programa Inova 2030, Foco nos ODS, iniciado em 2020, atuando como incentivadora da diversidade e inclusão nas indústrias de mineração e metalurgia – não apenas com relação à entrada de mulheres nesse setor, mas para identificar barreiras e superá-las.

A empresa lançou ainda o Guia da Diversidade e Inclusão, publicação que tem como objetivo fortalecer a cultura organizacional baseada no respeito às pessoas e a favor da pluralidade humana. Em 2018, a CBA realizou um diagnóstico da diversidade em todos os pontos da cadeia produtiva para identificar o que facilitava ou dificultava o ingresso de diversos perfis na companhia, assim como questões relacionadas à progressão de carreira e presença feminina na liderança. A partir daí, foi criado o Comitê de Diversidade para apoiar e direcionar ações.

Emissões de GEE
A CBA figura entre as empresas líderes globais na produção de alumínio de baixo carbono. A média mundial de emissão de gases de efeito estufa (GEE) para o processo de eletrólise que transforma o óxido de alumínio em alumínio líquido é de 12 t de CO2e (toneladas de dióxido de carbono equivalente) para cada t do produto final. Na CBA, esse processo emite apenas 2,56 t de CO2e.

Além disso, a empresa integra um grupo de produtores de alumínio comprometidos com o Science Based Targets e o Acordo de Paris, cujo objetivo é limitar o aumento da temperatura média do mundo a 1,5 °C. Também possui certificação internacional ASI (Aluminium Stewardship Initiative) nos Padrões de Performance e de Cadeia de Custódia.

Além das iniciativas pontuais relacionadas à pandemia da Covid-19, a CBA mantém apoio constante a programas de educação, saúde e desenvolvimento da gestão pública, ações que integram o Grupo Votorantim.

“Nosso propósito é fornecer soluções em alumínio que transformam vidas. Proporcionamos alternativas para efetivamente impactar positivamente o cotidiano das pessoas nas comunidades em que estamos inseridos”, afirma Faria.

Veja também:

Vantagens do alumínio: resistência mecânica e à corrosão garante maior durabilidade aos produtos

O alumínio é um dos metais mais consumidos pela indústria moderna. Ao longo dos anos, a produção de novas ligas tem agregado benefícios relacionados à alta resistência mecânica e à corrosão que, somados às demais características do metal, proporcionam durabilidade para as soluções desenvolvidas em setores como transportes, construção e energia, entre outros. E são

Empresas do segmento do alumínio reforçam compromisso com a sociedade e o meio ambiente

A relação entre consumidores, empresas e governos vem se modificando ao longo dos anos. O termo “responsabilidade social” passou a integrar a agenda das companhias no Brasil a partir dos anos 1990, na abertura econômica do País. Em 1992, a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92), realizada no Rio de Janeiro,

Para a Novelis, a mudança na visão da sociedade é positiva e estimula investimentos

A Novelis, companhia que atua na área de laminados e reciclagem de alumínio, empenha-se em mudar e melhorar o ambiente socioambiental contribuindo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) firmado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Alguns valores passaram a fazer parte dos objetivos da própria empresa e definem as prioridades e aspirações para 2030.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima