Linhas de transmissão

Carta aberta: indústria apresenta novas propostas para o setor elétrico

Iniciativa tem apoio da Associação Brasileira do Alumínio e de mais de 50 entidades

A crise causada pela pandemia do novo coronavírus tem levado o governo federal a criar medidas emergenciais no setor elétrico, as quais, na visão da indústria, transferem novos custos aos consumidores e podem provocar aumento de mais de 20% nas tarifas de energia, com efeito sobre a inflação e resultados negativos para a economia.

Por conta desse cenário, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e mais de 50 entidades enviaram ao Governo Federal a carta aberta intitulada “Energia para Sair da Crise”. O texto contém propostas que podem, “de forma justa, razoável e sustentável, resolver o problema do setor elétrico e preservar seus contratos e a sua atratividade para investimentos, sem onerar o consumidor a ponto de comprometer a produção”.

De acordo com o documento, a energia precisa ser um elemento de foco na competitividade do País. E o que se observa ao longo do tempo foram distorções que levaram ao aumento do custo desse importante insumo para o setor produtivo, em especial para a cadeia brasileira do alumínio. Assim, apesar de o Brasil produzir energia de forma barata, a conta para o usuário é cara.

Clique aqui e conheça as propostas emergenciais da indústria para o setor elétrico.

Imagem de abertura:  Michael Schwarzenberger | Pixabay

Veja também:

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Novo IPad tem estrutura com alumínio 100% reciclado

Com foco no meio ambiente, os novos iPad e iPad mini têm estrutura com alumínio 100% reciclado e estão disponíveis nas cores prateado e cinza-espacial. Segundo a Apple, fabricante dos equipamentos, todos os modelos da linha contam com o metal. Atualmente, as operações corporativas globais da empresa são neutras em emissões de carbono. No entanto,

Alcoa completa 12 anos de investimentos em Juruti (PA)

Nesta quarta-feira, 15 de setembro, a Alcoa completa 12 anos desde a sua chegada no município de Juruti (PA), onde mantém uma mina de bauxita e movimenta o porto local. Além da preocupação com os negócios, a companhia mantém um olhar para o futuro da cidade, a partir de investimentos em diversas áreas, como a

Rolar para cima