construction silhouette

Versatilidade torna o alumínio ideal para a construção civil

Na pandemia da Covid-19, metal é aliado importante na construção de hospitais de campanha

Funcional, leve e resistente à corrosão, o alumínio está cada vez mais presente nas estruturas do setor da construção civil. Sendo a melhor opção em comparação ao aço para muitas ocasiões, o metal também se destaca pela durabilidade, comprovada em grandes projetos arquitetônicos do mundo todo.

Magda Reis, consultora da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), conta que a Igreja San Gioachino, construída em Roma, em 1897, com projeto do arquiteto Raffaele Ingami, é prova disso. A cúpula de alumínio tem uma película protetora natural (óxido de alumínio), cuja dureza é comparável somente ao diamante.

Cúpula da Igreja San Gioachino, em Roma: película protetora natural de óxido de alumínio tem dureza comparável ao diamante

A consultora lembra que os primeiros edifícios com fachada de alumínio começaram a surgir na Europa na década de 1930. No Brasil, destaca-se a construção do e o edifício Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro, finalizado em 1947, que abrigava o Ministério da Cultura. O projeto, um marco da arquitetura moderna, foi assinado por uma equipe que contava com os arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.

Produtos e sistemas
Atualmente, a indústria do alumínio disponibiliza ao mercado brasileiro uma relação com mais de 20 opções de produtos e sistemas para o setor da construção civil. A consultora da ABAL lista os principais, além do percentual consumido nos canteiros de obras:

Produtos extrudados

  • Esquadrias (janelas, portas e fachadas): 82%
  • Forros, lambris, guarda-corpos e divisórias: 8%

Produtos laminados

  • Painéis de alumínio composto (ACM): 8%
  • Telhas: 2%

A Hydro figura entre as principais indústrias desse mercado. Além de sistemas completos para esquadrias, a empresa fornece perfis para estruturas e andaimes, fôrmas, sistemas para elevadores, tubos para instalação de ar-condicionado e sistemas para painéis de energia solar, entre outros.

“Os perfis de alumínio podem compor sistemas que facilitam a fabricação e instalação, permitindo o encaixe perfeito entre todos os componentes, com simplicidade e rapidez”, comenta Luis Henrique Rissi, gerente de Marketing da Hydro Soluções em Extrudados.

Segundo o gerente, o processo de extrusão do alumínio permite a fabricação de perfis com desenhos bastante complexos, conferindo vantagens às esquadrias em geral e às demais aplicações.

“Outro ponto importante é a variedade de ligas em têmperas, dependendo da aplicação, podendo oferecer maior resistência estrutural, facilidade de conformação e melhor acabamento superficial”, acrescenta Rissi.

Edifício Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro, de 1947: um dos primeiros do Brasil a levar alumínio e vidro na fachada

Vantagens do alumínio
Para aplicações em estruturas em geral, o metal traz uma série de benefícios quando comparado ao aço. Veja abaixo:

Funcionalidade

  • Seções dimensionadas;
  • Menor peso e maior eficiência estrutural;
  • Fabricação de qualquer seção e menor número de soldas e parafusos;
  • Simplificação do sistema de conexões;
  • Adaptabilidade: componente com diversas funções estruturais permite dimensionamento econômico e racional.

Leveza

  • Redução de peso em relação ao aço: de 40% a 70%;
  • Facilidade de transporte;
  • Simplificação do processo de montagem;
  • Redução de carga transmitida para as fundações;
  • Menos uso de recursos durante a fase de montagem.

Resistência à corrosão

  • Redução das despesas de manutenção;
  • Excelente desempenho em ambientes mais agressivos.

Hospitais de campanha
Ainda há muito espaço para o crescimento de soluções de alumínio nas obras, como, por exemplo, em estruturas de instalações provisórias. Nesse contexto, diante da pandemia da Covid-19, o metal tem sido importante para a construção dos hospitais de campanha, pois garante montagem rápida e eficiente.

Hospital de campanha erguido no estado do Pará, com o apoio financeiro da Hydro (Governo do Estado do Pará)

Algumas empresas do setor de extrusão têm fornecido perfis tubulares para a construção dessas estruturas temporárias, que ocorrem em campos de futebol, ginásios e pavilhões de exposição. Além disso, o alumínio também é empregado nas divisórias dos leitos, sala limpa e bate-macas.

“Por ser um material leve, resistente ao intemperismo, de fácil conformação, armazenamento e transporte, o alumínio é um produto muito adotado no setor da saúde”, afirma Hélio Donizeti Batista, gerente técnico da Perfil Alumínio do Brasil.

A partir do metal, de acordo com Batista, é possível obter redução de prazo de construção e ganhos de produtividade. “Os projetos são padronizados e armazenados nas medidas de utilização, para locais em que serão instalados por curto ou longo período, como em divisões de salas, armários volantes, mesas etc.” 

Hospital de campanha montado no estádio do Pacaembu (Prefeitura de São Paulo)

Veja também:

Dólar impacta o preço do alumínio, diz presidente-executivo da ABAL em evento de perfis

O preço do alumínio foi um dos temas de debate na live “Virando o jogo: abastecimento e fornecimento de perfis”, realizada pela Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal) na última quarta-feira (30/9). Na ocasião, Milton Rego, presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), apresentou as variáveis que impactam o custo final do

Alumínio possibilita a fabricação de esquadrias minimalistas

Integrar o projeto comercial ou residencial com o entorno e a natureza é uma tendência que tem exigido dos arquitetos e designers soluções inovadoras. A opção mais indicada tem sido criar grandes áreas envidraçadas por meio de esquadrias minimalistas. E o alumínio é o material que atende melhor essa demanda, ainda recente no Brasil, para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu