1920_visualtrofeoimola-en

Troféus da Fórmula 1 em Ímola, na Itália, foram confeccionados com alumínio

Peças são assinadas pela artista Alice Ronchi a pedido da fabricante de pneus Pirelli, patrocinadora da corrida

O Grande Prêmio de Emília-Romanha da Fórmula 1, que ocorreu no dia 18 de abril na Itália, levou para o pódio troféus inspirados na beleza de um carro de corrida dos anos 1950 e na paisagem de Ímola. Eles são resultado de uma parceria entre o Museu de Arte Contemporânea Pirelli Hangar Bicocca e artista italiana Alice Ronchi.

Como patrocinadora titular da corrida, a fabricante de pneus Pirelli pôde escolher os troféus dados aos pilotos vencedores e optou por celebrar a arte italiana. As peças, inovadoras em termos de concepção e aspecto simbólico, retratam um raio e foram confeccionadas com alumínio polido. O processo criativo envolveu modelagem digital e impressão 3D.

“Eu vi o relâmpago como um símbolo de poder, velocidade, tensão e força. E isso remonta aos principais ícones que inspiraram esta obra: Zeus, os deuses e a Grécia antiga”, explica a artista.

Alice acrescenta que “por meio de uma interpretação de aspectos que sintetizam os impulsionadores de cada grande prêmio, bem como a utilização do relâmpago e a referência ao mito de Zeus, quis transmitir uma história contada da forma mais expressiva possível”.

 

Veja também:

Projeto nos Estados Unidos busca aprimorar reciclagem de chapas de alumínio automotivo

O The Clean Sheet Project, liderado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, vai estabelecer diretrizes para aprimorar a eficiência na reciclagem das chapas de alumínio automotivo. A Aluminum Association faz parte da equipe de pesquisa, a qual ainda conta com a participação da Novelis, Ford, Argonne National Laboratory e Institute of Scrap Recycling Industries. 

A revolução industrial do alumínio no setor automotivo

Escrito por Pedro Bamberg O uso de ligas de aluminio pela indústria automotiva é um dos principais pontos-chave para que as montadoras consigam atingir demandas importantes e sustentáveis quanto a limites de emissão de gases poluentes, consumo de combustível, segurança e performance. A substituição das convencionais ligas de aço por ligas de alumínio resultam em

Os benefícios da reciclagem do alumínio automotivo

O estudo The Coming Wave of Aluminum Sheet Scrap in the United States, da Universidade de Michigan, aponta que a sucata secundária do alumínio automotivo atingirá o seu pico na próxima década nos Estados Unidos. Isso ocorrerá quando os primeiros modelos com alto conteúdo de alumínio – principalmente chapas de carroceria – e produção em

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima