krljl31yfbjjfulgns5u (1)

Sustentável, tocha olímpica tem alumínio reciclado

Metal usado no símbolo máximo Jogos Olímpicos foi moldado com a mesma tecnologia de extrusão dos trens-bala

Na próxima sexta-feira, 23 de julho, haverá, finalmente, a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, às 8 horas (horário de Brasília). O evento – programado inicialmente para 2020 – foi adiado por conta da pandemia da Covid-19.

Item icônico da competição, a tocha olímpica de ouro-rosa foi produzida com 30% de alumínio reciclado. O metal foi usado originalmente na construção de casas pré-fabricadas feitas para receber desabrigados após o tsunami de 2011, que destruiu diversas cidades do Leste do país asiático.

A peça assinada pelo designer, arquiteto e artista japonês Tokujin Yoshioka, pesa cerca de 1,2 kg e tem 71 cm de comprimento. Sua forma remete à típica flor de cerejeira nipônica. O alumínio, por sua vez, foi moldado usando a mesma tecnologia de extrusão aplicada na fabricação dos famosos trens-bala japoneses.

A chama olímpica foi acesa na Grécia em março do ano passado, chegou ao Japão dias depois e reiniciou sua jornada de revezamento apenas em março deste ano até chegar à cidade-sede no início de julho. Agora, deve brilhar na cerimônia de abertura do evento, trazendo um pouco de esperança para essa edição desafiadora que segue até o dia 8 de agosto. 

Veja também:

ABAL e Abralatas criam entidade gestora prevista em compromisso de logística reversa

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) constituíram, no dia 20 de julho, a entidade gestora que será responsável pelo atendimento das ações presentes no Termo de Compromisso da Logística Reversas das Latas de Alumínio para Bebidas, criado em cumprimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). O documento,

Mantido pela MRN, Hospital de Porto Trombetas completa 36 anos no Pará

O Hospital de Porto Trombetas (HPTR), localizado no distrito de mesmo nome, no município paraense de Oriximiná, comemora 36 anos de funcionamento nesta sexta-feira, dia 23 de julho. Mantido pela Mineração Rio do Norte (MRN) e gerenciado pela Pró-Saúde, o estabelecimento possui mais de 20 especialidades e já realizou cerca de 750 mil atendimentos, incluindo ambulatoriais, de urgência, cirúrgicos

Setor mineral tem alta de 98% em faturamento no primeiro semestre

A indústria mineral brasileira registrou faturamento de R$ 149 bilhões no primeiro semestre deste ano, 98% maior em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados na última quarta-feira, 21 de julho, pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).  Na mesma base de comparação, o minério de ferro apresentou o maior crescimento (135%), alcançando R$

Rolar para cima