three_packages_feat_craft_effect_on_desk

Tetra Pak oferece estímulo financeiro para aumentar reciclagem de caixinhas

A Tetra Pak Brasil reciclou 108 mil t de embalagens cartonadas no ano passado, o equivalente a 43,7% de toda a produção. Para aumentar esse número, a companhia acaba de lançar o projeto Rede Longa Vida, desenvolvido em parceria com a startup Polen.

Por meio da tecnologia do blockchain, o sistema rastreará as caixinhas coletadas e entregues para reciclagem no Brasil. O volume novo, ou seja, aquele que não estava sendo reciclado, vale 20% a mais do valor original. A Tetra Pak se responsabilizará pela bonificação. 

Na prática, os catadores coletarão as caixinhas, registrarão seu volume no sistema e as venderão aos aparistas — estes farão o registro da transação. O Rede Longa Vida verificará as notas fiscais, calculará o valor da tonelada adicional vendida e enviará o crédito financeiro ao parceiro cadastrado no sistema. Com isso, a embalagem coletada pelo catador passará a valer cada vez mais à medida que ele aumentar o volume de material captado.

A startup Polen desenvolverá a tecnologia utilizando plataformas personalizadas para os catadores e para as empresas que compram a matéria-prima. Com isso, ficarão registrados todos os dados de coleta, compra e venda das caixinhas. Periodicamente, será possível avaliar os dados, entender se as taxas de reciclagem subiram e, se necessário, melhorar o projeto.   

 “É um sistema inédito que usa a inovação da logística reversa para aumentar as taxas de reciclagem e ainda melhorar a renda e condições de trabalho de catadores e cooperativas”, reforça Valéria Michel, diretora de Sustentabilidade da Tetra Pak Brasil e Cone Sul.    

 Vale lembrar que invólucro cartonado é composto de recursos renováveis, como o alumínio, infinitamente reciclável, papel de florestas certificadas e plástico produzido a partir da cana-de-açúcar. No pós-consumo, a caixinha pode ser direcionada para reciclagem, dando origem a novos produtos, como paletes, telhas, poltronas, bolsas e cadernos.

Veja também:

Novelis e empresas parceiras doam latas de água mineral a hospitais e comunidades

A Novelis e as empresas Bebidas Poty, Ardagh Metal Packaging (AMP), Metal Can e OTD Brasil Logística se engajaram em uma ação que une solidariedade e sustentabilidade. O objetivo é promover o acesso à água de qualidade, de forma segura, em uma embalagem de alumínio 100% reciclável. Durante o mês de setembro, as companhias se

Marca de cosméticos sustentáveis elege o alumínio para refil de seus produtos

Marca de cosméticos sustentáveis fundada no final de 2018 e que tem soluções orgânicas, veganas e 100% livres de toxinas, a Care Natural Beauty optou por embalar seus produtos com papel, vidro e alumínio – usado especialmente nos refis — para diminuir o uso do plástico. Em março de 2020, a empresa criada pelas amigas Patrícia

Nova entidade quer aprimorar ainda mais a logística reversa de latinhas de alumínio no Brasil

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) fundaram a entidade gestora prevista no Termo de Compromisso da Logística Reversa das Latas de Alumínio para Bebidas, documento assinado entre a indústria e o governo federal em novembro de 2020. Segundo Cátilo Cândido, presidente-executivo da Abralatas e vice-presidente

Rolar para cima