AdobeStock_79086306

Setor do alumínio apoia manifesto em favor das reformas estruturais necessárias ao País

Documento “O Brasil precisa de mudanças. As mudanças precisam de reformas”, assinado pela ABAL, defende a aprovação da “PEC Emergencial” como primeiro passo para garantir o crescimento econômico

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) assinou o manifesto “O Brasil precisa de mudanças. As mudanças precisam de reformas”, junto com mais de 100 entidades setoriais que representam cerca de 45% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

O documento, divulgado nos principais veículos de comunicação do país no dia 25 de fevereiro, ressalta a importância da união entre a sociedade, governo e o Congresso Nacional para que o Brasil avance nas reformas estruturais que permitirão o crescimento econômico, o incentivo aos investimentos, a geração de empregos e a contenção da dívida pública.

Neste sentido, o manifesto aponta como primeiro passo a aprovação da chamada “PEC Emergencial” (PEC 186/2019), que garantirá recursos para o pagamento do auxílio aos mais atingidos pelos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. Para isso, o texto deve trazer medidas robustas para a contenção de gastos públicos e o equilíbrio fiscal no longo prazo.

Leia o conteúdo na íntegra:

Veja também:

Evento ABAL Insights: 2021 deve ser positivo para a indústria do alumínio

O mercado global de alumínio, os efeitos da pandemia da Covid-19 e os cenários para 2021 foram tema do ABAL Insights, evento on-line realizado pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) para os seus associados no dia 7 de abril. Ross Strachan, analista sênior de Alumínio Primário e Produto Transformado da CRU International, apresentou uma visão

Henkel investe em tecnologias 4.0 para atender setor de latas de alumínio

Um dos braços de atuação da multinacional alemã Henkel é dedicado ao desenvolvimento de soluções para os fabricantes de latas de alumínio. Em 2014, a empresa iniciou o planejamento global de ações para viabilizar o conceito de “fábrica inteligente” nas suas operações. Desde então, tem preparado de forma gradual as unidades industriais em direção à

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima