abertura

PSQ para esquadrias de alumínio divulga primeiros fabricantes qualificados

O relatório vale de 1º de julho a 1º de outubro de 2018. Veja como ter acesso!

O Relatório Setorial nº 001, de junho de 2018, foi publicado este mês no site do Ministério das Cidades. O documento apresenta a primeira relação de fabricantes de esquadrias de alumínio qualificados pelo Programa Setorial de Qualidade (PSQ) para o produto, desenvolvido pela ABAL em parceria com a Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal).

Milton Rego, presidente-executivo da ABAL, considera que a divulgação da tabela é um passo fundamental para a consolidação do PSQ, ajudando os consumidores a entender a importância do bom desempenho das esquadrias de alumínio e ajudando-os na escolha das melhores portas e janelas feitas com o material. Para ele, o programa trará mais competitividade para a indústria nacional do alumínio e segurança aos brasileiros.

O relatório vale de 1º de julho a 1º de outubro de 2018. Para acessá-lo, clique aqui.

Não deixe de conferir também a reportagem publicada na edição nº 53 (junho/julho de 2018) da revista Alumínio sobre os ensaios feitos em laboratório para o PSQ.

Veja também:

Dólar impacta o preço do alumínio, diz presidente-executivo da ABAL em evento de perfis

O preço do alumínio foi um dos temas de debate na live “Virando o jogo: abastecimento e fornecimento de perfis”, realizada pela Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal) na última quarta-feira (30/9). Na ocasião, Milton Rego, presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), apresentou as variáveis que impactam o custo final do

Alumínio possibilita a fabricação de esquadrias minimalistas

Integrar o projeto comercial ou residencial com o entorno e a natureza é uma tendência que tem exigido dos arquitetos e designers soluções inovadoras. A opção mais indicada tem sido criar grandes áreas envidraçadas por meio de esquadrias minimalistas. E o alumínio é o material que atende melhor essa demanda, ainda recente no Brasil, para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu