Imagem 09 - 18 de janeiro de 2021

Prolind Alumínio inaugura nova fábrica de refusão

Planta no Vale do Paraíba tem capacidade produtiva de 50 mil toneladas de alumínio por ano

A Prolind Alumínio – empresa que atua no desenvolvimento de produtos e soluções com o metal para diversos segmentos de mercado – inaugurou neste mês uma fábrica de refusão em São José dos Campos (SP).

A planta tem capacidade produtiva de 50 mil toneladas de alumínio por ano, em sua primeira fase. Com isso, a empresa espera crescer 120% em 2021, se comparado ao ano anterior, e deve gerar 100 novos empregos.

O novo espaço tem como objetivo reciclar perfis de alumínio, que serão utilizados para a produção de novos produtos. Desta forma, a empresa se posiciona no mercado com expertise nas áreas de refusão, extrusão e fabricação de peças de alumínio.

“Vamos passar a desenvolver ligas especiais de alumínio não disponíveis no mercado. Essa fábrica iniciará operação em um momento de restrição internacional sobre a oferta do metal. Logo, esperamos dobrar nossa participação econômica na região em que estamos instalados, a começar pelo nosso compromisso com o meio ambiente”, explica Erivam Boff, diretor de Negócios da Prolind.

Sustentabilidade
O sistema de fornos da planta permite uma redução de cerca de 30% no consumo de gás natural em relação aos modelos convencionais. Além disso, possui sistema de filtragem de gases de exaustão, que permite o uso de até 10% do material orgânico no processo de reciclagem do alumínio.

A cobertura da fábrica também foi projetada para receber painéis para geração de energia solar fotovoltaica e foram construídas cisternas para reaproveitar a água da chuva. Elas possuem capacidade para reter até 20 mil litros de água que serão reutilizados como parte de insumo industrial

Veja também:

Consumo de alumínio tem alta de 25,2% no 1º semestre de 2021

A pesquisa de mercado consolidada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) no primeiro semestre de 2021 revela que o consumo doméstico de produtos transformados cresceu 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume total foi de 805 mil t, sendo 88% de origem nacional e o restante de importações. “O bom desempenho

Estudos conduzidos pela CBA e UFV são destaque internacional

A parceria entre a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV) continua rendendo bons resultados e reconhecimentos na área ambiental. Diversas pesquisas sobre restauração florestal, conservação hídrica e reabilitação ambiental foram temas de publicações científicas do mundo inteiro. “Nossa busca pela eficiência e o investimento contínuo em inovação tecnológica estão

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Rolar para cima