capa refeita CAPA EURECA 3

Projeto Foco&Futuro, da ABAL, destaca inovação e sustentabilidade do setor do alumínio

Projeto Foco&Futuro, da ABAL, destaca inovação e sustentabilidade do setor do alumínio

O ‘Foco&Futuro: experiências que transformam’, iniciativa da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), promoveu na última quinta-feira, 13 de maio, a 2ª masterclass no canal do Youtube da Eureca, consultoria especializada em recrutamento de jovens e parceira no projeto.

Na ocasião, representantes do grupo de mentores do hackathon deram dicas de conteúdo para os estudantes e jovens profissionais, além de ressaltar a importância da inovação e sustentabilidade em todos os elos da indústria do alumínio.

 Alfredo Imagawa, gerente de Aplicações e Desenvolvimento de Produtos da Hydro, explicou que o alumínio é uma commodity e, por isso, tem o seu preço definido pela oferta e demanda do London Metal Exchange (LME).

“Como fazer com que esse produto tenha um valor percebido maior? O Iphone e o Macbook, por exemplo, já têm versões com carcaça de alumínio. Eles viraram produtos premium, ou seja, as pessoas pagam mais por eles. O mesmo ocorre com as cápsulas de café da Nespresso, líderes de vendas”, destacou.

O executivo da Hydro continuou listando as vantagens do alumínio, com destaque para a sustentabilidade. O material pode ser infinitamente reciclável com o uso de apenas 5% da energia utilizada para a produção do metal primário e permanece na cadeia produtiva – diferente de outros metais.

“O alumínio também é leve e pode ajudar a reduzir o peso dos automóveis e o consumo de combustível fóssil. No carro elétrico, será ainda mais importante. Como a bateria é muito pesada, o uso desse metal poderá fazer com que o veículo tenha autonomia maior”, acrescentou Imagawa.

Ricardo Fernandes, gerente de Qualidade, Processo e Pós-Venda na Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), ressaltou que as indústrias do setor estão pautadas em melhorias voltadas parta as questões ambientais e sociais.

“Estas são algumas das tendências para as próximas décadas: reduzir o uso de matérias-primas, reutilizar e reciclar. E os produtos de alumínio se encaixam perfeitamente nesse conceito. Além disso, a extração de bauxita é uma das menos evasivas e consegue recuperar as áreas mineradas, deixando-as até melhores do que antes”, comenta o gerente da CBA.

Presença no dia a dia
Para esclarecer uma dúvida sobre qual é o benefício do alumínio para o dia a dia das pessoas, Igor Cuzzuol, engenheiro de Produtos da AMG Brasil, lembrou que os talheres, as panelas e até os eletrodomésticos possuem um pouco do metal. O mesmo acontece com soluções mais sofisticadas, como componentes para carros, aviões e foguetes.

“O metal está no nosso cotidiano, na marmita, nas latas de bebidas. Não tem como afirmar que ele não transforma vidas e a sociedade. Eu costumo dizer que ele até cura, porque as embalagens de medicamentos têm alumínio”, afirmou o engenheiro da AMG Brasil. 

Cátia Pinto, gerente de Performance de Produtos da Novelis, afirmou que espera muita energia dos participantes do Foco&Futuro, incluindo trabalho em equipe e ideias.

“Vocês poderão fazer conexões, deixar um legado, transformar algo na sociedade e isso começa pequeno, no seu espaço”, recomendou.

Sobre o evento
Com a proposta de “Impactar, desafiar e selecionar”, a nova edição do Foco&Futuro pretende conduzir estudantes e jovens profissionais em uma trilha de conhecimento sobre a cadeia produtiva do alumínio.

Neste ano, o evento adotou o formato hackathon. Cerca de 70 participantes serão selecionados para uma semana imersiva – sob a orientação de profissionais da indústria do alumínio – para solucionar um desafio ligado à inovação e à sustentabilidade. Os finalistas ganharão prêmios e poderão ser convidados para entrevistas pelas empresas do setor, mediante disponibilidade de vagas.

Ao todo, 11 empresas associadas à ABAL participam do projeto: Albras, Alcoa, AMG Brasil, Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), Grupo Ibrap, Grupo ReciclaBR, Hydro, Mineração Rio do Norte (MRN), Novelis, Prolind e Termomecanica.

Toda a jornada de conhecimento e desenvolvimento de carreira se dará por meio da plataforma da Eureca.

Veja também:

Consumo de alumínio tem alta de 25,2% no 1º semestre de 2021

A pesquisa de mercado consolidada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) no primeiro semestre de 2021 revela que o consumo doméstico de produtos transformados cresceu 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume total foi de 805 mil t, sendo 88% de origem nacional e o restante de importações. “O bom desempenho

Estudos conduzidos pela CBA e UFV são destaque internacional

A parceria entre a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV) continua rendendo bons resultados e reconhecimentos na área ambiental. Diversas pesquisas sobre restauração florestal, conservação hídrica e reabilitação ambiental foram temas de publicações científicas do mundo inteiro. “Nossa busca pela eficiência e o investimento contínuo em inovação tecnológica estão

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Rolar para cima