Prefeitura de Belo Horizonte faz campanha pelo consumo de bebida enlatada no carnaval

Pensando na segurança, campanha “Carnaval é na lata” estimula o uso de latas de alumínio durante a folia


28 de fevereiro de 2019

Pensando na segurança dos foliões que participarão de seu carnaval de rua, a prefeitura de Belo Horizonte criou a campanha de conscientização “Carnaval é na lata”. O objetivo é estimular a comercialização de bebidas enlatadas durante o período da folia, evitando acidentes e situações de perigo pelo uso de garrafas ou recipientes de vidro.

A ação é direcionada a ambulantes, comerciantes e aos próprios foliões. No caso dos ambulantes, a proibição de venda de bebidas em garrafas de vidro foi amplamente divulgada durante a entrega das credenciais. Segundo a prefeitura, os profissionais que forem flagrados descumprindo a regra terão a mercadoria apreendida, a credencial revogada e estarão sujeitos a multa. A campanha também foi divulgada para os bares e restaurantes localizados no percurso dos blocos.

“É muito importante que todas as pessoas envolvidas com o carnaval, de trabalhadores a foliões, entendam o risco que é a comercialização de bebidas em garrafas de vidro. O que queremos é manter a segurança e a alegria nas ruas. Isso sem falar na coleta seletiva, que é mais facilitada com o uso da lata”, ressalta Gilberto Castro, diretor-presidente interino da Belotur, agência de turismo belo-horizontina.

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), o Brasil é o país que mais recicla latas no mundo. Em 2017, foram reaproveitados 97,3% das latas produzidas no País — das 303.900 t de latas de alumínio para bebidas colocadas no mercado, 295.800 t foram recolhidas e recicladas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *