RT-Saguenay-Grande-Baie (1)

Nova liga de alumínio da Rio Tinto permite uso de conteúdo reciclado por fundidores

Lançada no mercado norte-americano, nova família possibilita a adição de sucata no processo de fundição a vácuo de alta pressão

A Rio Tinto desenvolveu uma nova família de ligas de alumínio que permite a adição de sucata no processo de fundição a vácuo de alta pressão para a produção de peças automotivas. 

Dessa forma, será possível aumentar o uso de conteúdo reciclado e, por consequência, reduzir o impacto ambiental dessas empresas, além dos custos de produção. 

“Desenvolvemos esta nova série de ligas para ajudar os fundidores não apenas a produzir peças automotivas da mais alta qualidade, mas também aumentar sua competitividade e contribuição para uma economia circular mais sustentável”, disse Tolga Egrilmezer, vice-presidente de Vendas e Marketing da Rio Tinto Aluminium.

A nova família de ligas, destinadas ao mercado norte-americano, permite que os fundidores utilizem não apenas a sucata primária originária de sua produção, mas também a secundária, oriunda de rodas de liga de alumínio devidamente limpas e trituradas. 

Especialistas da Rio Tinto trabalharão em parceria com os clientes para ajudá-los no processo de mistura da liga com o conteúdo reciclado. 

Veja também:

Porsche produz carcaça de alumínio com impressão 3D

A Porsche anunciou a produção do protótipo de uma carcaça para powertrain elétrico usando a tecnologia de impressão 3D. Feita por meio do processo de fusão aditiva a laser, com a liga AlSi10Mg, o modelo integra o motor elétrico e a transmissão de duas velocidades e foi projetado para ser utilizado no eixo dianteiro de

Nova técnica aumenta resistência de ligas de alumínio

Pesquisadores da Universidade Monash, de Melbourne, na Austrália, desenvolveram uma técnica capaz de aumentar a resistência à fadiga de ligas de alumínio de alta resistência, trazendo uma boa perspectiva para a aplicação na indústria de Transportes. Em artigo publicado na Nature Communications, os pesquisadores relatam que a técnica conseguiu aumentar a vida útil das ligas,

Projeto pioneiro liderado pela ABAL tem gestão elogiada e vira referência para o Governo Federal

O primeiro projeto oriundo da aliança estratégica firmada entre a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) segue a pleno vapor, mesmo com os desafios impostos pela pandemia da Covid-19.  O inédito projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação, que tem como objetivo produzir um sistema para estudo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima