Foto Renan Cesar

MRN comemora 10 anos do programa de pesquisa de primatas na Amazônia

Trabalho pioneiro é realizado na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no Pará

No dia da Amazônia, celebrado em 5 de setembro, a Mineração Rio do Norte (MRN) comemorou os resultados do Programa de Monitoramento de Primatas, iniciado há 10 anos, para acompanhar o comportamento das espécies de macacos presentes na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no Oeste do Pará, diante da presença de atividades humanas.

Fabiano de Melo, biólogo e pesquisador da Fundação de Apoio à Pesquisa da Universidade Federal de Goiás (Funape) e consultor da iniciativa, explica que o trabalho contribui para apontar os padrões biológicos de espécies e auxiliar em estratégias e metodologias de manejo e conservação.

“O balanço desses dez anos é dos melhores, tanto pela manutenção do programa com resultados concretos, inovadores e de utilidade direta, quanto pela oportunidade profissional para os mais de 30 biólogos e veterinários que já participaram das pesquisas. A seriedade, o compromisso e a qualidade do programa foram fundamentais para torná-lo reconhecido internacionalmente”, afirma.

Há três anos, o programa ampliou o campo de atuação para áreas reflorestadas na mineração, frente que tem fornecido uma perspectiva inédita sobre como os primatas retornam e reutilizam áreas influenciadas pela mineração.

“Os resultados vêm sendo incorporados ao banco de dados de censos populacionais, permitindo expandir as análises e comparações sobre a riqueza, abundância e densidade dos primatas em momentos distintos: antes, durante e após as atividades de mineração”, comenta Melo.

Resultados científicos

O programa da MRN influenciou:

  • A realização de três dissertações de mestrado;
  • Uma tese de doutorado, que está em andamento;
  • A publicação de sete artigos científicos;
  • A produção de um livro (e-book);
  • Dez resumos em congressos e eventos nacionais;
  • Dois resumos em eventos internacionais.

Veja também:

Novelis anuncia novas doações contra o novo coronavírus

A Novelis direcionou R$ 4 milhões para colaborar com o enfrentamento dos impactos causados pela Covid-19 no Brasil, em cooperação com instituições públicas e hospitais. Além das ações em Pindamonhangaba (SP), já divulgadas pelo portal Revista Alumínio, a companhia apoia iniciativas em outros Estados. “Este é um momento de unir forças. Na Novelis, temos plena

MRN destaca projetos socioambientais na Exposibram 2020

A Mineração Rio do Norte (MRN) está apresentando, em seu estande virtual da Expo & Congresso Brasileiro de Mineração 2020 (Exposibram 2020), seis das 65 iniciativas socioambientais da companhia. Realizadas no distrito de Porto Trombetas, em Oriximiná (Oeste do Pará), onde mantém uma operação de bauxita, as ações beneficiam mais de 100 mil pessoas por ano.

Alcoa oferece vagas em programas de estágio e trainee

Estudantes de graduação e engenheiros, interessados em atuar no setor do alumínio, já podem se candidatar aos programas de estágio e trainee da Alcoa por meio do site da Cia de Estágios, empresa que assessora a contratação. A data limite para as inscrições é 24 de janeiro de 2021. A Alcoa dispõe de 68 vagas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu