fotos Juracy Vale (12) (1)

MRN amplia projeto e garante estudo a alunos em comunidades do Pará

Mais de 80 jovens recebem material escolar, uniformes, refeições e transporte

Jovens das comunidades do Alto Trombetas II, localizada na cidade de Oriximiná, Oeste do Pará, cursarão o Ensino Médio com a expansão do Projeto de Apoio à Educação Básica que a Mineração Rio Norte (MRN) mantém com as comunidades quilombolas vizinhas da empresa.

“O projeto oferece escola com condições reais de participação desses alunos, para que não haja evasão escolar e eles possam chegar ao fim de cada ano com a série concluída. Fornecemos material escolar e didático, uniformes e quatro refeições ao dia, além dos transportes fluvial e terrestre, atendendo os alunos com mais conforto e segurança”, relata Júlio Ferreira, analista de Relações Comunitárias da MRN e coordenador da iniciativa.

A ação é realizada desde 1997, quando o público-alvo inicial eram alunos da comunidade do Boa Vista. A partir deste ano, ampliou-se para os moradores do Alto Trombetas II. Os estudantes interessados em participar do projeto devem atender dois critérios: serem egressos da rede pública de ensino e terem pais ou responsáveis legais residentes nas comunidades do Boa Vista ou Alto Trombetas II.

“Com a ampliação do projeto em 2020, o número de alunos atendidos passou de 50 para 82. O objetivo é apoiar a educação básica nas modalidades de ensino em que o sistema público não atende”, destaca o coordenador.

 

Veja também:

De ponta a ponta: multinacionais enxergam com bons olhos a compra de alumínio certificado

O Brasil é o único País do mundo com todas as refinarias de alumina certificadas pela Aluminium Stewardship Initiative (ASI). Em 2017, a organização global criou um programa independente com critérios e padrões, com foco em aspectos ambientais e sociais voltados para a produção, uso e reciclagem do alumínio. A certificação tem dois padrões:Performance: abrange questões

Hydro aumenta número de plantas de extrusão com certificação ASI

A Hydro teve este ano mais 15 unidades de produção certificadas de acordo com o Padrão de Desempenho da Aluminum Stewardship Initiative (ASI), que reconhece a produção, o fornecimento e a administração responsáveis de alumínio. Com isso, a multinacional agora possui 31 instalações de extrusão e fabricação de alumínio com o selo. As unidades recém-certificadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu