track-type loader excavator machine doing earthmoving work at sand quarry

Mineração responsável de bauxita é tema de reportagem do ‘Jornal Nacional’

Acompanhe nos próximos dias a reportagem no site da Revista Alumínio sobre os diferenciais na extração desse minério e os cases sobre reflorestamento

O Jornal Nacional divulgou ontem, 17 de setembro, uma matéria sobre a importância da mineração sustentável, destacando as empresas que seguem as normas existentes levando desenvolvimento à medida que trabalham na extração. Entre elas está a Mineração Rio do Norte (MRN), que atua na extração de bauxita, no Oeste do Estado do Pará, e a mineradora Alcoa, com operação no município de Juruti.

Conforme divulgado, a MRN executa 63 projetos socioambientais em parceria com 3 organizações não governamentais. A empresa já reflorestou uma área de quase 7 mil ha. Já a Alcoa tem 90% da água utilizada na extração da bauxita reaproveitada nas instalações da empresa. Além disso, cerca de noventa famílias são responsáveis pelo plantio de mudas. O trabalho gerou renda para as comunidades e já recuperou uma área de 720 ha.

Clique aqui e assista na íntegra à reportagem.

A Revista Alumínio também já divulgou uma reportagem sobre as empresas que realizam a mineração voltada ao setor de alumínio e têm dado um exemplo positivo, como a Alcoa e a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA). A operação de ambas as empresas atuam além das medidas obrigatórias para a proteção ambiental em suas atividades, a fim de garantir que as áreas de exploração de bauxita sejam devolvidas ainda melhores do que antes.

Clique aqui para acessar a matéria.

 

Crédito da imagem: stock.adobe.com

Veja também:

Projeto inspira jovens profissionais a ingressar no mercado do alumínio

No cenário atual de incertezas — também em decorrência da pandemia do novo coronavírus —, disseminar conhecimento, compartilhar experiências e dicas são primordiais para os estudantes de graduação e recém-formados se prepararem para o mercado de trabalho. Atenta a essa demanda e na busca constante pela aproximação com o meio acadêmico, a Associação Brasileira do

Reserva ambiental mantida pela CBA é destaque em Goiás

O Legado Verdes do Cerrado é uma reserva particular de desenvolvimento sustentável da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA). Localizada em Niquelândia (GO), a área, de 32 mil ha, sendo 80% de cerrado nativo, administrada pela Reservas Votorantim – gestora de ativos ambientais do grupo – destaca-se pela conservação e nova economia integrada com atividades tradicionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu