Aerosol cans

Mercado de latas de alumínio para aerossol cresceu 3,5% em dez anos

Entidade alemã Aerobal destaca a sustentabilidade do metal como diferencial

A indústria global de latas de alumínio para aerossol apresentou crescimento médio de 3,5% na última década, devido a uma série de benefícios que proporciona para os mercados consumidores mais exigentes. A informação é da Aerobal, organização que representa os fabricantes dessa embalagem na Alemanha.

Além de amigáveis, as latas oferecem alto padrão de segurança e higiene, possuem design moderno e agregam as excelentes propriedades do alumínio. Atualmente, as ligas permitem obter latinhas significamente mais leves e podem conter uma quantidade definida de alumínio reciclado, o que melhora o desempenho ambiental, sem prejudicar a funcionalidade.

“Neste contexto, é importante a documentação transparente dos fluxos de material reciclado na cadeia de valor, que demonstre claramente que tipo de material foi parar na lata. Qualquer ‘lavagem verde’ prejudica a indústria de latas de alumínio para aerossol e seus clientes, e coloca em risco a reputação do alumínio ”, acrescenta Gregor Spengler, secretário-geral da Aerobal.

Para a entidade, independente do tipo de alumínio utilizado na produção, seja primário ou reciclado, trata-se de um material que pode ser reciclado infinitamente – e sem perder a qualidade.

Na visão da Aerobal, o material da embalagem com maior valor de sucata oferece um incentivo para coleta e reciclagem. Além disso, tecnologias cada vez mais sofisticadas de coleta e triagem nos sistemas de gerenciamento de resíduos de embalagens também contribuem para aumentar a quantidade e a qualidade dos materiais reciclados.

Veja também:

Consumo de alumínio tem alta de 25,2% no 1º semestre de 2021

A pesquisa de mercado consolidada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) no primeiro semestre de 2021 revela que o consumo doméstico de produtos transformados cresceu 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume total foi de 805 mil t, sendo 88% de origem nacional e o restante de importações. “O bom desempenho

Estudos conduzidos pela CBA e UFV são destaque internacional

A parceria entre a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV) continua rendendo bons resultados e reconhecimentos na área ambiental. Diversas pesquisas sobre restauração florestal, conservação hídrica e reabilitação ambiental foram temas de publicações científicas do mundo inteiro. “Nossa busca pela eficiência e o investimento contínuo em inovação tecnológica estão

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Rolar para cima