600x600_the_blue_tube_evo_70

L’Occitane adota bisnaga de alumínio reciclado pós-consumo em 2021

Tecnologia desenvolvida pela Tubex reduz as emissões de carbono em 70%

A multinacional francesa da indústria de cosméticos, L’Occitane en Provence, anunciou que fará a substituição, até o final deste ano, das atuais bisnagas de alumínio de seus produtos por uma embalagem similar de alumínio reciclado pós-consumo. A tecnologia reduz as emissões de CO2 em 70%.

A inovação, denominada blue tube evo, desenvolvida pela Tubex Aluminium Tubes – subsidiária do grupo industrial austro-alemão CAG, consiste em 95% de alumínio reciclado pós-consumo e 5% derivado de processos industriais que visam ajustar a composição química e mecânica da liga metálica.

Embora a L’Occitane já adote um material infinitamente reciclável, a marca tem buscado melhorar o perfil ambiental dos seus produtos e impulsionar a estratégia de sustentabilidade focada em reduzir, reciclar e reagir.

“Já adicionamos PET reciclado às nossas garrafas, mas não queríamos ignorar o alumínio. Achamos a tecnologia da Tubex realmente atraente. Para nós, é importante contribuir para despoluir os resíduos descartados no lixo”, declara Corinne Fugier-Garrel, diretora de Desenvolvimento e Inovação de Conceito de Embalagem da L’Occitane en Provence.

Thierry Bitout, CEO da Tubex, explica que a nova embalagem é derivada justamente de bisnagas de alumínio, latas e aerossóis utilizados e descartados pelos consumidores.

“A noção de circularidade é essencial. Nossa liga foi criada de forma a utilizar diferentes tipos de resíduos, garantindo assim o abastecimento em grandes volumes e de maneira ilimitada”, complementa Bitout.

Com informações da Brazil Beauty News

Veja também:

Stella Artois lança cerveja em garrafa de alumínio no mercado norte-americano

A Stella Artois lança uma cerveja em garrafa de alumínio que integra uma campanha de apoio a restaurantes e bares chamada “Open for Good”, da James Beard Foundation. A iniciativa visa colaborar com os estabelecimentos dos Estados Unidos afetados pela pandemia do novo coronavírus. De 414 ml, a garrafa tem design personalizado, é resistente e contém

Consumidores estão mais atentos aos materiais das embalagens

O workshop on-line realizado pelo Instituto de Embalagens nos dias 28 e 29 de abril abordou como a pandemia da Covid-19 tem alterado as tendências de consumo de embalagens no Brasil e trouxe à tona questões sobre a sustentabilidade no setor. Assunta Napolitano Camilo, diretora da entidade, explicou que os consumidores estão mais preocupados com

Entrevista: Trivium Packaging aposta em garrafas de alumínio com rosca no Brasil

A Trivium Packaging, multinacional criada em 2019 a partir da fusão da Exal e do Grupo Ardagh — em sua divisão de alimentos e especialidades —, tem investido no potencial de crescimento das embalagens de alumínio premium e de aerossóis no Brasil. Em entrevista exclusiva ao portal Revista Alumínio, Flavio Carneiro, presidente da companhia, e

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima