Consumo de latas de alumínio cresce no Brasil em 2017

Indústria de latas de alumínio cresce 4,9% em 2017

Amparadas no consumo durante a Copa e na melhora da economia, perspectivas são boas para 2018

A Alemanha e boa parte da Europa vivem um dos verões mais quentes dos últimos anos. Neste contexto, uma reportagem publicada pela agência alemã Deutsche Welle revela a falta de garrafas de vidro no País para o engarrafamento de cervejas. Explica-se: lá, há uma lei que faz vasilhames de metal ou plástico serem mais caros que os de vidro, o que acaba dificultando a expansão do uso desses materiais. Logo, o mercado alemão consome muito mais cerveja em garrafas de vidro do que em latas de alumínio. Esses fatores colaboram com o problema revelado pela Deutsche Welle.

Aqui no Brasil, no entanto, além de não passarmos por qualquer problema de desabastecimento da bebida feita com cevada, o alumínio ganha cada vez mais espaço nas cervejarias e nas mesas dos cervejeiros. Segundo dados da Associação Brasileira de Embalagem (Abre), em 2017, a indústria de latas de alumínio para bebidas cresceu 4,9%, ampliando sua participação no mercado de bebidas — este, aumentou 1% no mesmo período, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para este ano, segundo publicado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) em seu site, as perspectivas são boas e estão amparadas na realização da Copa do Mundo de Futebol (que favorece o aumento no consumo) e na melhoria, ainda que tímida, da economia.

Vale ressaltar que a lata de alumínio apresenta vantagens significativas com relação a materiais concorrentes: dentre os benefícios, protege com mais eficiência o sabor da bebida, tem maior possibilidade de personalização, gela mais rápido e é frequentemente reciclada.

Veja também:

Reciclagem de cápsulas Nespresso gera alimento em Portugal

Em 2010, a Nespresso criou em Portugal o projeto ‘Reciclar é Alimentar’, uma iniciativa de economia circular que reaproveita cápsulas de alumínio para a transformação em fertilizante para terrenos de cultivo de arroz. Desde a criação, o projeto gerou 12 milhões de refeições, totalizando 600 toneladas de arroz entregues as famílias portuguesas. A iniciativa faz

Ambev lança gin tônica na lata de alumínio

Com o objetivo de simplificar a vida dos consumidores, a Ambev lança a Skol Beats GT, gin tônica na lata de alumínio que terá destaque no Carnaval de 2020.  A bebida já está sendo comercializada em todo o país na versão de 269 ml. O teor alcoólico é de 7,9%, similar ao dos outros produtos

Ambev amplia a meta para acabar com a poluição plástica até 2025

Com diversas marcas de cerveja e um portfólio extenso de refrigerantes, a Ambev aumentou a meta para eliminar o plástico dos produtos. Atualmente, 18% de todo o líquido produzido pela companhia é envasado nesse tipo de embalagem. Jean Jereissati, presidente da Ambev, explica que, em 2018, a empresa anunciou o objetivo de ter 100% dos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu