dare2c-web

Hydro participa de desenvolvimento de concreto para uso com alumínio

Com menor pH, novo concreto potencializa a aplicação do metal

Uma das primeiras estruturas de concreto com reforço de alumínio no mundo foi apresentada em uma feira realizada em Trondheim, Noruega. Trata-se de um banco que vai na contramão da ideia de que o metal perfeito para ser usado como reforço de concreto seria o aço.

A iniciativa partiu do professor Harald Justnes, da organização de pesquisa independente Sintef, contando a colaboração da Hydro, como gerente de projeto, e da fabricante de cimento Norcem.

A grande questão é que o pH do concreto comum é alto e pode causar a corrosão do alumínio. Sendo assim, Justnes desenvolveu um novo tipo de concreto, com teor menos alcalino, e o resultado foi bastante positivo: além de poder ser usado com alumínio, a solução requer menos energia elétrica para a fabricação e gera menos emissões de CO2. Além disso, permite a construção de estruturas mais finas.

O uso do alumínio em vez do aço, por sua vez, também traz vantagens à estrutura: o metal tem uma “membrana” natural de óxido que o protege da corrosão causada pela maresia, dispensando assim o uso de camadas densas de concreto.

Veja também:

Dólar impacta o preço do alumínio, diz presidente-executivo da ABAL em evento de perfis

O preço do alumínio foi um dos temas de debate na live “Virando o jogo: abastecimento e fornecimento de perfis”, realizada pela Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal) na última quarta-feira (30/9). Na ocasião, Milton Rego, presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), apresentou as variáveis que impactam o custo final do

Alumínio possibilita a fabricação de esquadrias minimalistas

Integrar o projeto comercial ou residencial com o entorno e a natureza é uma tendência que tem exigido dos arquitetos e designers soluções inovadoras. A opção mais indicada tem sido criar grandes áreas envidraçadas por meio de esquadrias minimalistas. E o alumínio é o material que atende melhor essa demanda, ainda recente no Brasil, para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu