Hydro Paragominas

Hydro faz pesquisa meteorológica em Paragominas (PA) para otimizar uso de água

Investimento em estudo ajudará na definição de estratégias para reaproveitamento hídrico na planta industrial

A Hydro vai destinar R$ 200 mil para a realização de uma pesquisa meteorológica e climatológica, no período de três anos, para aperfeiçoar a gestão dos recursos hídricos da mina de bauxita localizada em Paragominas (PA).

O estudo integra um convênio com a Universidade Federal do Pará (UFPA) e tem o objetivo de tornar ainda mais eficiente o reaproveitamento de água da chuva na unidade, cujo indicador chegou a 83,3% no ano passado.

Na prática, o projeto permitirá a empresa conhecer a sazonalidade das chuvas e o impacto de fenômenos globais; ter prognósticos diários, mensais e anuais do volume pluviométrico; e avaliar a probabilidade de ocorrência de seca severa nos próximos anos.

“Biscamos sempre melhorar nossas operações em todos os aspectos. O desenvolvimento deste projeto é mais um exemplo deste compromisso com a sustentabilidade por meio da inovação. É a ciência trabalhando a favor de novos processos e melhorias operacionais”, afirma Evilmar Fonseca, diretor Industrial da Mineração Paragominas.

A Mineração Paragominas tem um rígido controle operacional, além de promover melhorias no gerenciamento hídrico dos sistemas de abastecimento de água. Em 2020, foi criado um Comitê Permanente de Gestão de Recursos Hídricos, que permitiu o aprimoramento das estratégias e controle das variáveis na unidade.

Veja também:

Tekno Kroma recebe Troféu Transparência 2021

A Tekno Kroma, empresa que atua no mercado de revestimento de metais por meio do sistema de pintura coil coating, conquistou, pela 1ª vez, o Troféu Transparência 2021, concedido anualmente pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi). “É o reconhecimento

CBA abre Centro de Soluções e Serviços no Rio Grande do Sul

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) inaugurou seu Centro de Soluções e Serviços (CSS) em Caxias do Sul (RS), cidade que abriga importante polo industrial e de inovação da região. Com área de 900 m2, o espaço demandou investimento de R$ 3,2 milhões e será dedicado ao desenvolvimento de soluções de valor agregado, customizadas para as

“Norma mãe” da indústria de extrudados tem nova versão publicada

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), supervisora e mantenedora do Comitê Brasileiro do Alumínio (CB-035), comunica a publicação da nova versão da ABNT NBR 8117:2021 — Alumínio e suas ligas – Arames, barras, perfis e tubos extrudados – Requisitos. O texto garante a qualidade dos produtos utilizados em diversas aplicações nos setores de construção civil, transportes e

Rolar para cima