160321_Foto_Tipitix_RaoniGodinho

Fundo de Sustentabilidade Hydro lança projeto Tipitix no Pará

Iniciativa voltada à agricultura familiar tem parceria com a Fundação Mitsui Bussan do Brasil

O Tipitix – Empreendedorismo Agroalimentar Comunitário, iniciativa de apoio à geração de renda em Barcarena, no Estado do Pará, tem como objetivo aumentar a qualidade e o valor agregado da produção local, principalmente da mandioca, para que alcance diferentes mercados.

Recém-lançado pelo Fundo de Sustentabilidade Hydro e Fundação Mitsui Bussan do Brasil, o programa pretende investir R$ 1,5 milhão para a instalação de uma unidade de beneficiamento na região.

Com duração de 12 meses, o Tipitix prevê a oferta de microcrédito para pessoas e organizações dos elos da cadeia de valor da mandioca. A expectativa é que atenda, em seu primeiro ano, 200 produtores familiares da planta e derivados.

O programa ainda vai desenvolver estratégias de marketing e comercialização para facilitar o acesso dos produtos ao mercado e a novos compradores, como pequenos estabelecimentos comerciais, operadores de restaurantes industriais e startups de inovação na cadeia agroalimentar.

O Instituto Peabiru será responsável pela administração inicial do projeto, até que seja fortalecido um grupo local para sua gestão. Além disso, fará a mobilização e seleção dos beneficiários da unidade de negócio. Saiba mais no edital de seleção.

“Por meio dessa parceria com a Fundação Mitsui Bussan do Brasil, pretendemos gerar valor e novos negócios na cadeia da mandioca, aperfeiçoando a sua organização, produção e comercialização. Apostamos no investimento de longo prazo em conhecimento, diálogo e capacitação técnica para melhoria da qualidade de vida na Amazônia”, afirma Eduardo Figueiredo, diretor de Desenvolvimento Territorial da Hydro.

Tipitix: nome remete ao tipiti, artefato indígena usado no beneficiamento da mandioca e na cultura alimentar das comunidades

 

Veja também:

Indústrias do alumínio investem mesmo em meio à crise econômica e sanitária

Desde o ano passado, a pandemia do novo coronavírus tem exigido uma série de adaptações para que a indústria do alumínio continue a operar no País, já que a atividade é considerada essencial, levando em consideração a segurança e bem-estar dos profissionais. No entanto, nem mesmo o cenário imprevisível de crise tem impedido as companhias

Com apoio da ABAL, Nova Lei do Gás é sancionada

Na última quinta-feira (8/4), o presidente da república, Jair Bolsonaro, sancionou a lei 14.134/2021, que trata do novo marco regulatório do gás natural no país. O texto altera o regramento das atividades relativas ao transporte de gás previstas no art. 177 da Constituição Federal, entre outras ações.   A construção e ampliação de gasodutos pela

Evento ABAL Insights: 2021 deve ser positivo para a indústria do alumínio

O mercado global de alumínio, os efeitos da pandemia da Covid-19 e os cenários para 2021 foram tema do ABAL Insights, evento on-line realizado pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) para os seus associados no dia 7 de abril. Ross Strachan, analista sênior de Alumínio Primário e Produto Transformado da CRU International, apresentou uma visão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima