China Jiangsu metal processing plant workshop, a library of aluminum ingots

Foco&Futuro reúne indústrias de toda cadeia produtiva do alumínio

Ao todo, 11 empresas filiadas à ABAL apoiaram a iniciativa neste ano

A 2ª edição do Projeto Foco&Futuro, iniciativa da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), contou com o apoio técnico e de acompanhamento de 11 filiadas à entidade: Albras, Alcoa, AMG Brasil, Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), Grupo Ibrap, Grupo ReciclaBR, Hydro, Mineração Rio do Norte (MRN), Novelis, Prolind e Termomecanica.

A parceria com as indústrias foi fundamental para os 72 estudantes e jovens profissionais selecionados para o hackathon, que ocorreu de 24 a 28 de maio. Os participantes tiveram mentoria de profissionais das empresas para desenvolver uma proposta alternativa e ecológica para reduzir e/ou eliminar o uso de embalagens de madeira no armazenamento e/ou no transporte de insumos e de produtos semitransformados de alumínio – veja nesta reportagem como foi.

A CBA, produtora de alumínio de forma integrada e sustentável no país, é parceira do projeto pelo segundo ano consecutivo. Para a semana imersiva, foi representada por Ricardo Fernandes, gerente de Qualidade, Processo e Pós-Venda, e Viviane Santos, trainee, que atuaram como mentores do time 3, proponente do engradado de aço desmontável e reutilizável como solução alternativa aos paletes de madeira.

Confira o depoimento de algumas apoiadoras:

“Contribuir para o crescimento desses jovens profissionais e estudantes é ajudar também para um futuro mais sustentável da indústria do alumínio. Algumas das competências comportamentais essenciais para um jovem profissional são colaboração, trabalho em equipe, comunicação, resiliência, determinação e assertividade. Um projeto como o Foco&Futuro, usando o formato do hackathon, é de extrema importância, pois é uma oportunidade para esses jovens mostrarem essas competências e já se familiarizarem com a indústria”.
João Batista Menezes, presidente da Albras

“A participação nessa proposta agrega valor aos nossos negócios, é uma oportunidade de fomentar o desenvolvimento de muitos jovens profissionais bem como captar futuros talentos. A AMG Brasil acredita no poder transformador do conhecimento e almeja a promoção da educação para o trabalho e para a cidadania, contribuindo assim para a inovação e para o aperfeiçoamento de competências. Além disso, o tema do desafio desse ano está alinhado com os propósitos da nossa organização, que visa a desenvolver produtos e processos alinhados a políticas de qualidade, saúde e segurança e meio ambiente, focados em inovação e sustentabilidade”.
Igor Cuzzuol dos Santos, engenheiro de Produto da AMG Brasil

“Projetos como o Foco&Futuro são importantes, pois oxigenam o setor, trazendo jovens para explorar novas ideias à cadeia do alumínio. Com o formato inovador de hackathon, incentiva-se a disrupção, coisa que com o dia a dia atarefado de grandes empresas fica relegado ao segundo plano ou a um setor específico. Acreditamos que práticas como essa são fundamentais para sermos percebidos como um importante setor produtivo/econômico no cenário nacional.”
Carlos Gaspar, coordenador de Marketing do Grupo Ibrap

 “Apoiar a capacitação de jovens talentos é fundamental para o futuro da indústria. O sucesso dessa edição demonstra que os novos profissionais estão ávidos por experiências práticas de aprendizagem em inovação e sustentabilidade, temas importantes para nossa indústria e que geram cada vez mais oportunidades no mercado. Na Hydro, estamos comprometidos a liderar o setor na criação de um futuro mais sustentável, desenvolvendo recursos naturais em produtos e soluções inovadores. Acreditamos que nossas pessoas são o recurso mais importante para fazer a diferença. Por isso, incentivamos jovens talentos de todo Brasil a conhecer as inúmeras oportunidades presentes na indústria de alumínio”.
Alessandra Fonseca Hydro, diretora de Comunicação da Hydro na América do Sul

“Projetos como o Foco&Futuro da ABAL, que reúne jovens talentos para a troca de ideias na busca de solucionar um desafio relacionado à inovação e sustentabilidade na indústria do alumínio, estão alinhados com a cultura da Mineração Rio do Norte (MRN), pois valorizamos ambientes inovadores, que viabilizam o compartilhamento de conhecimentos para gerar as melhores soluções para a indústria do alumínio.”
Karen Gatti, gerente de Comunicação da MRN

“Na Novelis, aplicamos sustentabilidade na nossa forma de pensar, agir e moldar o futuro. É uma ideia que está atrelada às práticas responsáveis de gestão, produção e consumo de recursos. Por trás desse conceito está a nossa preocupação com o meio ambiente, com a escassez de recursos e com o futuro da Terra como conhecemos. Por isso, promovemos e apoiamos ações que provoquem futuras mudanças, que resultem em impacto positivo na esfera social e ambiental de forma conjunta. Logo, ao apoiarmos o Projeto Foco&Futuro, que tem como público jovens estudantes, estamos investindo na próxima geração, em inovação e suas vantagens para gerar sustentabilidade, transformar a realidade e projetar um futuro melhor ao mesmo tempo.”
Eunice Lima, diretora de Comunicação e Relações Governamentais da Novelis América do Sul

“O metal alumínio com apenas 134 anos de existência, desde a sua primeira obtenção industrial pelo processo eletrolítico, vem cada vez mais ganhando mercado nesse cenário inovador, em que com suas características físico-químicas se destacam em inúmeras aplicações e assim exigindo cada vez mais de profissionais preparados para suportar a sua demanda tecnológica. O Foco&Futuro é uma ideia inovadora que nasceu com o propósito de preparar jovens do mercado interessados na indústria do alumínio, por meio da transferência de conhecimento técnico de profissionais ligados às empresas e que, unido à capacidade intelectual das novas gerações, torna o mundo mais produtivo e sustentável.”
Silvio Dela Dea, consultor de Manufatura da Prolind Alumínio    

“Se considerarmos a conjuntura, as carências e incertezas geradas pela atual situação que o país vive, essa iniciativa do Foco&Futuro é fundamental. Primeiro por ser um canal de oportunidade único disponível para esse público nesse momento em que, de maneira geral, as oportunidades estão mais escassas. Em segundo lugar por ter a chancela de seriedade e competência dos programas desenvolvidos pela ABAL. Por fim, por se tratar de empresas participantes de extremado esmero técnico, estatura diferenciada na política de sustentabilidade e inovação, e reconhecidas práticas de mercado e de gestão.”
Paulo Cezar Martins Pereira, superintendente de Vendas e Marketing da Termomecanica

Veja também:

Consumo de alumínio tem alta de 25,2% no 1º semestre de 2021

A pesquisa de mercado consolidada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) no primeiro semestre de 2021 revela que o consumo doméstico de produtos transformados cresceu 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume total foi de 805 mil t, sendo 88% de origem nacional e o restante de importações. “O bom desempenho

Estudos conduzidos pela CBA e UFV são destaque internacional

A parceria entre a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV) continua rendendo bons resultados e reconhecimentos na área ambiental. Diversas pesquisas sobre restauração florestal, conservação hídrica e reabilitação ambiental foram temas de publicações científicas do mundo inteiro. “Nossa busca pela eficiência e o investimento contínuo em inovação tecnológica estão

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Rolar para cima