slide8

Estaleiro francês cria embarcação inovadora de alumínio

Trata-se do Overboat, um pequeno catamarã elétrico que ‘voa’ sobre as águas

A Neocean, uma startup localizada em Montpellier, no Sul da França, projetou e fabricou um barco de alumínio futurista, o Overboat. O pequeno catamarã elétrico de baixo custo operacional, oferece a sensação de ‘voar’ sobre as águas — por ter o casco elevado, mantém apenas as lâminas e a base sob o mar.

A embarcação atinge 15 nós (26 km/h) de velocidade no pico. Seu motor elétrico, de 4,5 Kw, dispensa a licença obrigatória para navegação. Para possibilitar que o Overboat “decole”, o alumínio é fundamental, pois garante a leveza da estrutura. Com peso aproximado de 100 kg (metade de um jet ski), o barco é compacto e mede cerca de 3 metros de comprimento.

Vicent Dufour, biólogo, oceanógrafo e fundador do estaleiro Neocean, afirma que era um sonho desenvolver uma solução com emissão zero de poluentes, silenciosa e com respeito à vida marinha.

“Sempre me senti frustrado por não encontrar algo que fosse leve, funcional, fácil de manusear e que não agredisse o mar”, explica o empresário.

Em fevereiro, o projeto venceu o concurso InnOvations 2021, prêmio francês de inovação e mobilidade inteligente e sustentável.

 

Veja também:

Novelis tem nova liga de alumínio para o mercado automotivo

A Novelis está colocando à disposição do mercado a Advanz 7UHS-s701, sua nova liga de alumínio de ultra alta resistência. Desenvolvida especialmente para o segmento automobilístico, a solução deve ser usada em componentes estruturais de segurança para automóveis de passageiros. As principais aplicações são direcionadas aos reforços estruturais das colunas A e B, além das

Alcoa fornece alumínio com carbono zero para rodas do Audi e-tron GT

A Alcoa anunciou a comercialização de alumínio sustentável para o Ronal Group, responsável pela fabricação das rodas de liga leve de alto desempenho do Audi e-tron GT. A tecnologia da ELYSIS – joint venture da Alcoa com a Rio Tinto – elimina todas as emissões diretas de dióxido de carbono (CO2) do processo de fundição

Volkswagen e Volvo aceleram a eletrificação

O processo de eletrificação da frota mundial de automóveis continua a pleno vapor. Uma recente pesquisa publicada pela consultoria Delloite afirma que, em 2030, nada menos que 32% dos automóveis vendidos no mundo devem ser totalmente elétricos ou, ao menos, híbridos.   Mas é possível que esses percentuais acabem sendo revistos para cima muito em

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima