O setor de embalagens é o maior consumidor de alumínio do Brasil: o metal protege os produtos da umidade, oxigênio e raios UV (adobe.stock.com)

Embalagens de medicamentos com alumínio podem ser trocadas por cadeiras de rodas em Marília

Ação vai reverter o valor obtido com a reciclagem do material para a compra do item para pessoas necessitadas

A Pastoral da Saúde das Paróquias na cidade de Marília (SP) iniciou uma campanha para a arrecadação de cartelas usadas de medicamentos feitas inteiramente ou parcialmente de alumínio, para trocá-las por cadeiras de rodas e de banho. A iniciativa é voltada para enfermos que não têm condições de adquirir o item por conta própria.

Além de contribuir para ajudar essas pessoas, a campanha também evita que as embalagens sejam descartadas em local inapropriado, já que o alumínio será reciclado. A ação conta com a participação de farmácias e postos de saúde da cidade, e com parceria da Secretaria de Saúde de Marília.

O descarte das cartelas pode ser feito em vários pontos de coleta localizados no município. A campanha será realizada por tempo indeterminado, uma vez que é necessário um grande volume de embalagens: pelo menos 500 kg de cartelas feitas 100% de alumínio para arrecadar uma cadeira de rodas.

A iniciativa vai ao encontro de ações semelhantes desenvolvidas pelo País. Um bom exemplo é o programa “Lacre Amigo”, que, desenvolvido pela Arteris, companhia de concessões de rodovias,  arrecada lacres de latinhas de alumínio.

De acordo com a Arteris, de 2011 a 2018, os lacres coletados pelo “Lacre Amigo” já permitiram a doação de mais de 350 cadeiras de rodas para instituições sociais, abrangendo os Estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Alumínio em embalagens de medicamentos

Uma das principais características do alumínio é a capacidade de proteção. No caso dos medicamentos, o metal preserva as propriedades do material embalado, impedindo a contaminação e aumentando sua vida útil. O fato de impedir a passagem de luz e de ser maleável também o tornam bastante utilizado pela indústria farmacêutica.

Crédito da imagem: BestForYou/stock.adobe.com

 

Veja também:

Reciclagem de cápsulas Nespresso gera alimento em Portugal

Em 2010, a Nespresso criou em Portugal o projeto ‘Reciclar é Alimentar’, uma iniciativa de economia circular que reaproveita cápsulas de alumínio para a transformação em fertilizante para terrenos de cultivo de arroz. Desde a criação, o projeto gerou 12 milhões de refeições, totalizando 600 toneladas de arroz entregues as famílias portuguesas. A iniciativa faz

Ambev lança gin tônica na lata de alumínio

Com o objetivo de simplificar a vida dos consumidores, a Ambev lança a Skol Beats GT, gin tônica na lata de alumínio que terá destaque no Carnaval de 2020.  A bebida já está sendo comercializada em todo o país na versão de 269 ml. O teor alcoólico é de 7,9%, similar ao dos outros produtos

Ambev amplia a meta para acabar com a poluição plástica até 2025

Com diversas marcas de cerveja e um portfólio extenso de refrigerantes, a Ambev aumentou a meta para eliminar o plástico dos produtos. Atualmente, 18% de todo o líquido produzido pela companhia é envasado nesse tipo de embalagem. Jean Jereissati, presidente da Ambev, explica que, em 2018, a empresa anunciou o objetivo de ter 100% dos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu