MRN 2019_Foto Tarso Sarraf _01139

Em prol do meio ambiente, MRN investe na compostagem

Processo gera adubo que é utilizado na jardinagem das residências no Oeste do Pará

A Mineração Rio do Norte (MRN) tem utilizado a compostagem como alternativa para o gerenciamento de resíduos orgânicos no distrito de Porto Trombetas, em Oriximiná, no Oeste do Pará, onde opera uma mina de bauxita.

Compostagem, vale explicar, é um processo de estimulo à decomposição de materiais orgânicos com a finalidade de obter uma solução em substâncias com capacidade de adubar o solo. O trabalho acontece na Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (CTR).

“Para que a compostagem dê certo, é necessário que a coleta seletiva de resíduos sólidos seja atendida na região”, explica Carlisson Alves Romano, engenheiro Sanitarista e Ambiental da MRN.

Por mês, em média, cinco toneladas de resíduos orgânicos oriundos do descarte realizado pelos moradores, restaurantes industriais, entre outros, são reaproveitadas.

Na CTR, acontece a mistura desse material coletado com o resíduo vegetal (capim/grama), proveniente do serviço de roçagem das áreas verdes da vila residencial. O tempo do processo de compostagem é de 90 a 110 dias.

O adubo orgânico resultante desse trabalho é utilizado na jardinagem das residências da vila de Porto Trombetas.

Entre os principais benefícios da compostagem, estão:
– a redução dos custos com a destinação final;
– a diminuição da quantidade de resíduos descartados no aterro sanitário do distrito, que trazem impactos ao meio ambiente.

Veja também:

Instituto Votorantim seleciona cidades para apoio no enfrentamento da Covid-19

O Instituto Votorantim lançou o edital “Municípios Contra o Coronavírus”, que selecionará até 20 cidades para receber assessoria técnica e especializada para as prefeituras, equipes da secretaria de saúde e de gestão, visando a apoiar o enfrentamento e gerenciamento da pandemia da Covid-19. A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), braço do Grupo Votorantim, apoia a

Hydro ajuda sete municípios paraenses no combate à pandemia

A Hydro fará a distribuição de 25 mil cestas básicas e materiais de higiene para famílias em maior vulnerabilidade social, que vivem nos municípios próximos das suas atividades no Estado do Pará: Paragominas, Ipixuna do Pará, Tomé-açu, Acará, Moju, Abaetetuba e Barcarena. Além disso, a companhia vai entregar cinco mil kits para testes de detecção

ABAL debate questões jurídicas relacionadas à pandemia

Diante das incertezas causadas pela disseminação do novo coronavírus no País, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) promoveu para seus associados o “ABAL Insights – Covid-19”, que contemplou três webinars. O objetivo foi discutir com advogados do escritório Lobo de Rizzo, que presta assessoria jurídica para a associação, os impactos no direito de ir e

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu