Dos ares ao suvenir: o ciclo do alumínio na Lufthansa

Componentes de alumínio de um Airbus 340-600, desativado após servir à empresa aérea por mais de dez anos, transformam-se em peças estilizadas para colecionadores


Imagem: Jens Görlich

O alumínio é matéria-prima essencial para a construção de uma aeronave. De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a alta resistência e extrema leveza do metal o tornam importante para integrar diversos componentes de um avião, como asas, fuselagem e estruturas de portas, janelas, assentos e trem de pouso, integrando até 80% do peso estrutural de uma aeronave.

Outra característica marcante do alumínio é a possibilidade de ser 100% reciclado — e por inúmeras vezes. Por isso, quando deixa de voar, um avião se transforma em uma fonte importante de material para reciclagem.

Segundo a Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO), entre 2017 e 2020, cerca de 18 mil aviões serão aposentados no mundo. Para que isso não se transforme em um problema ambiental, a ICAO tem trabalhado em parceira com a Aircraft Fleet Recycling Association (na tradução livre, Associação de Reciclagem da Frota de Aviões) para alcançar a meta de reciclar até 95% dos componentes de uma aeronave que deixou de voar.

Imagem: Jens Görlich

Na companhia aérea alemã Lufthansa, o reaproveitamento das peças e, principalmente, do alumínio pode ser visto de maneira interessante. Em parceria com a Aviationtag, empresa localizada em Colônia, Alemanha, o metal que integrava o modelo A340-600, da Airbus — desativado após servir à companhia aérea por mais de dez anos —, transformou-se em 35 mil chaveiros vendidos com numeração de série sob o selo Lufthansa Upcycling, que reúne suvenires da empresa.

“Os fãs da aviação divertem-se ao carregar um pequeno pedaço da história das aeronaves no bolso”, afirmou Stephan Boltz, da Aviationtag, à Lufthansa Magazin, publicação oficial da companhia aérea. “Os pilotos costumam pedir chaveiros de certos aviões que voaram.”

 

 

Não são só chaveiros

“A ideia da coleção Upcycling surgiu durante uma sessão de brainstorming“, explica Christiana von Dewitz, gerente de Produtos da Lufthansa WorldShop. “Quando soubemos que a Lufthansa Technik [divisão de Manutenção da aérea] estava desmontando aeronaves, imediatamente começamos a pensar nas partes que poderíamos usar e a desenvolver ideias com diferentes empresas.”

No site da loja Lufthansa WorldShop é possível encontrar não apenas os chaveiros — por 25 euros —, mas vários outros itens feitos a partir da reciclagem de aviões, como mesas, estantes (feitas a partir de duas janelas) e relógios.

Imagem: reprodução

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *