thumbnail_Chegada da usina de oxigênio em Juruti. Foto-Oslan Silva-Alcoa (3)

Covid-19: Alcoa contrata usina de oxigênio para área da saúde no Pará

Estrutura aumenta a autonomia de leitos clínicos e unidade de terapia intensiva

A Alcoa realizou mais um investimento para apoiar o município paraense de Juruti no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Para isso a companhia contratou a locação de uma usina de geração de gases medicinais, com capacidade de produção de 480 m³/dia de oxigênio. O volume é equivalente ao consumo médio diário dos hospitais 9 de Abril e Municipal Francisco Rodrigues Barros.

“A usina deve reduzir a dependência da cidade em relação ao mercado de oxigênio e vai aumentar a autonomia dos leitos clínicos e de UTI, garantindo o funcionamento de ventiladores pulmonares e equipamentos fundamentais para os pacientes graves. Porém, é importante realizar a aquisição de cilindros adicionais para picos de necessidades emergenciais de oxigênio”, frisa Genesis Costa, gerente-geral da Alcoa Juruti.

A Alcoa tem atuado em parceria com diversas instituições e entidades para garantir assistência necessária aos pacientes internados com Covid-19. A empresa integra o Projeto Juruti contra a Covid-19, executado pelo Instituto Juruti Sustentável (Ijus), Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) e outros parceiros com foco em medidas de prevenção e educação.

Veja também:

Indústria do alumínio mantém operações na fase vermelha em São Paulo

Por conta das medidas mais rigorosas anunciadas pelo Governo do Estado de São Paulo para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) divulgou um parecer sobre a manutenção das atividades no período. Segundo análise dos atos normativos do ‘Plano São Paulo’, a indústria do alumínio pode funcionar normalmente

Instituto Alcoa abre inscrições para ações de apoio a projetos locais

Anualmente, o Instituto Alcoa desenvolve o Programa de Apoio a Projetos Locais. O objetivo é colaborar com iniciativas de organizações da sociedade civil ou do poder público voltadas as áreas de educação e de geração de trabalho e renda, nas regiões em que a companhia possui suas operações. A edição 2021 já está com inscrições

Termomecanica passará a produzir vergalhões de alumínio

Apesar da pandemia da Covid-19, a perspectiva da Termomecanica é de crescimento em novos mercados no Brasil e de aumento das exportações neste ano. A partir do segundo semestre, a empresa iniciará a fabricação de vergalhões de alumínio e o desenvolvimento de ligas especiais, para atender principalmente a indústria elétrica. “Acreditamos que os indicadores industriais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima